Search
Wednesday 21 October 2020
  • :
  • :

Em jogo duro, Rexona-AdeS vence o Brasília Vôlei e mantém liderança invicta da Superliga 14/15

Crédito: Felipe Costa/Ponto Marketing Esportivo

Crédito: Felipe Costa/Ponto Marketing Esportivo

 

Assim como era esperado por todos no Rexona-AdeS, o confronto com o Brasília Vôlei, na noite desta terça-feira (24/02) foi muito duro. Empurradas por um ginásio lotado, as jogadoras do time candango venderam caro a derrota por 3 sets a 1 (23/25, 25/19, 25/19 e 25/23). Com este resultado suado, a equipe comandada por Bernardinho chegou a 19ª vitória seguida na Superliga 14/15, alcançou os 55 pontos e manteve a liderança invicta da competição.

 

Sempre visto pelos adversários como um grupo muito forte, o Rexona-AdeS provou mais uma vez que esta é mesmo sua melhor característica. Quando o jogo não encaixava contra o Brasília Vôlei, Bernardinho promoveu mudanças na equipe e acabou mudando o panorama da partida.

 

“É por isso que somos um time. Todo mundo precisa estar pronta para entrar em quadra sempre. Estou muito feliz por ter conseguido colaborar com a equipe nesta noite. Seja entrando na ponta, na saída de rede ou até mesmo só para tentar dar uma estabilizada no time, conversando com as jogadoras, estarei pronta. Quando uma de nós não está tão bem, sabe que pode contar com as companheiras”, disse a ponteira Regiane, que substituiu Natalia no segundo set e ficou em quadra até o final do jogo.

 

Outra que entrou em quadra na segunda parcial e permaneceu até o apito final foi a levantadora Roberta. Após entrar em uma inversão do 5-1 no lugar de Fofão, ela conduziu o time até o triunfo, mas não escondeu os pontos a serem melhorados.

 

“Ter buscado uma grande vantagem no primeiro set foi importante para a gente, mesmo perdendo esta parcial. A partir dali, acho que melhoramos. Mesmo assim, o Brasília sempre começava melhor os sets e, depois, corríamos atrás. O Bernardo nos chamava atenção, indicou muitas vezes que deveríamos explorar as largadas, mas, na ansiedade de pontuar, acabávamos não fazendo o que ele pedia. Quando passamos a fazer, melhoramos. Nos olhamos dentro da quadra e voltamos a ser um time. Depois da parada para o Carnaval estamos sofrendo um pouco, mas vamos buscar o ritmo de antes nos treinos. O importante é que vencemos e que estamos cientes de que precisamos melhorar para uma sequencia difícil de jogos que virão”, encerrou Roberta.

 

O Rexona-AdeS volta a jogar pela Superliga 14/15 na próxima sexta-feira (27/02), diante do São Caetano, no ginásio do Tijuca Tênis Clube. Até lá, a equipe treinará forte no Rio de Janeiro.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
1 Comentário
o mais novo
mais velho mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Reinaldi Natal

O Rexona é muito mais forte do que está dito nesses comentários. Jogou o primeiro set praticamente com 5, pois a Natália parecia que nem havia entrado em quadra, o que destruiu o passe do Rexona. Vejam nas estatísticas quantos pontos por erros cometidos foram dados de bandeija para o Brasília e a Gabi jogou muito menos do que joga normalmente. A Bruna jogou muito juntamente com a Regiane. Isso é uma equipe. Para mim, é disparado o melhor de todos da Superliga Feminina.

Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x