Search
Thursday 22 October 2020
  • :
  • :

Em jogo equilibrado e cheio de erros, Vôlei Nestlé bate Terracap/Brasília e mantém liderança

Crédito: Divulgação/Fotojump

Crédito: Divulgação/Fotojump

A invencibilidade do Vôlei Nestlé na Superliga feminina de Vôlei foi mantida a duras penas contra o Terracap/Brasília. Sábado, no Distrito Federal, parecia que o time paulista conquistaria os três pontos, mas o jogo endureceu, emparelhou. No fim, com 81 erros anotados pelas estatísticas, as osasquenses deixaram um ponto em Brasília e não se isolaram do Praia Clube na liderança. Mas a vitória por 3 a 2 – parciais de 32-30, 25-20, 26-28, 26-28, 15-13 – manteve o Vôlei Nestlé na ponta da competição, graças ao set average, e fez o Terracap/Brasília, em que pese já ter disputado seis partidas, permanecer na zona de classificação para os playoffs, em oitavo lugar.

 

“Estamos em processo de construção da equipe, então tivemos um deslize quando estávamos com o jogo nas mãos no terceiro set e não aproveitamos a oportunidade de fechar”, analisou o técnico do Vôlei Nestlé, Luizomar de Moura. “Acredito que jogar cinco sets nesse momento seja fundamental para nossas pretensões. Foi interessante ver uma Thaisa jogando o tempo inteiro, uma Adenízia entrando a partir da metade do quarto set e a Lise sendo uma bola de segurança importante no momento que nosso time estava marcado. Talvez, se tivéssemos vencido por 3 a 0, como estava encaminhado, escondesse algumas coisas. Para conquistar o título esse ano vamos precisar de todo mundo. Juntos podemos pensar grande”, concluiu.

 

O VivaVôlei foi para a oposta belga Lise Van Hecke. Ela começou a partida no banco de reservas, entrou no decorrer do primeiro, do terceiro e do quarto sets, e foi titular apenas no tie break, quando assinalou quatro dos nove pontos que obteve no confronto. As maiores pontuadoras do jogo, no entanto, foram duas centrais. Por Brasília, Vivian obteve 21 pontos, e, pelo time de Osasco, Thaisa marcou 18. A ponteiras Paula, do Terracap/Brasília, e Carcaces, do Vôlei Nestlé, marcaram 16 pontos cada uma.

 

Nos pontos de ataque, houve ligeira vantagem para o time de Osasco (64 a 62), assim como no bloqueio (15 a 12). Em aces, a diferença em favor foi das anfitriãs foi de 8 a 2. Nos erros, foram 37 erros do Vôlei Nestlé e 44 do Terracap/Brasília.

 

Na próxima terça-feira, pela sexta rodada, o Terracap/Brasília vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Rexona-AdeS, enquanto o Vôlei Nestlé visita o Pinheiros/Klar na capital paulista.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
6 Comentários
o mais novo
mais velho mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Will Lopes

Nesta atual temporada nenhum time está ainda ideal. Nestlé/Osasco também está oscilando, mas vejo mais elenco que as demais. O Dentil quase perdeu em cada para o Minas, saiu de um 0 a 2 para 3 a 2, se a Tandara estivesse jogando O Minas venceria. Já o RJ já perdeu para o Bauru, com Gabi e Natália oscilando muito.

mumú

Sem um time titular definido e oscilando muito nos momentos decisivos, o Nestlé terá dificuldades para passar pelo Praia Clube e pelo Rio de Janeiro.

Titanic 100 anos

E COMO SEMPRE IVNA AMARELANDO NAS HORAS DECISIVAS…..SORTE QUE TEM A BELGA PRA RESOLVER . NOS MEMENTOS MAIS DELICADOS ENTRAVA E RESOLVIA TANTO QUE FOI PROMOVIDA A TITULAR NO QUINTO SET.

Airton

\”Na próxima terça-feira, pela sexta-feira\”, fui eu quem não entendeu o último parágrafo ou faltou alguém ler o texto antes de publica-lo?

Will Lopes

Luiz tem que parar com esta rotatividade. Tem que efetivar um time titular logo. Dani/Lise, Carcaces/Suelle, Ade/Thaisa e Brait.

Dumbledore

Gabi é melhor que carcaces e suele juntas.

Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x