Search
Monday 21 September 2020
  • :
  • :

Em ritmo de samba, Unilever vence Vôlei Futuro e mantém liderança da Superliga

 25/01/12 – A Unilever fez uma das melhores partidas nesta Superliga e superou o Vôlei Futuro, por 3 sets a 0, parciais de 25-14, 25-19 e 25-21, em 1h14, nesta terça-feira (24/1). Com direito a apresentação da bateria mirim da escola de samba Acadêmicos da Rocinha, que entrou em quadra antes da partida para animar a torcida no Maracanãzinho, a equipe carioca mostrou concentração e muita confiança no jogo, marcado pelo equilíbrio, e manteve a liderança da Superliga 2011/2012. A ponteira Mari, em noite inspirada, foi a maior pontuadora, com 17 acertos, e recebeu o Troféu Viva Vôlei. 


"Até agora a gente não tinha tido um desafio tão grande. O jogo exigiu tudo de nós, o nosso melhor. Eu dei o meu melhor. Atacamos, bloqueamos e sacamos, foi uma partida taticamente perfeita", vibrou Mari, que conquistou o seu segundo Viva Vôlei (o primeiro foi em 16/12, no jogo contra o Mackenzie/Cia do Terno). A ponteira fez 6 dos 15 pontos de bloqueio marcados pela Unilever no jogo desta terça (Juciely fez outros 5) e se destacou também na recepção, em que vinha sendo mais cobrada. "Recepção é perna. Estou recuperada, a tendência é melhorar", comentou a jogadora, muito comemorada por todos ao final.

Sheilla destacou o bom desempenho da equipe no saque como um ponto positivo na vitória da Unilever. "Fizemos um jogo consistente, e a Mari fez uma partida espetacular", completou a oposta, segunda maior pontuadora com 14 acertos. Para a jogadora, as crianças da bateria mirim da Acadêmicos da Rocinha também ajudaram. "Estamos acostumadas a aquecer com música, e o samba sempre alegra. As crianças nos trouxeram sorte."

"Jogos difíceis me motivam" 

Quem também vibrou muito com a vitória foi a levantadora Fernanda Venturini, que se mostrou satisfeita com o nível forte da partida. "Quando parei de jogar continuei sentindo falta só dos jogos difíceis como o de hoje. Partidas como essa que valem a liderança. Estes jogos sempre me motivaram. E hoje todas jogaram um pouco mais para suprir a ausência da Natália (a jogadora estava mais uma vez reforçando a torcida da Unilever e entrou em quadra após o jogo para comemorar o resultado com a equipe). Está sendo muito legal ser reconhecida novamente e parada na rua. Estou muito feliz porque estou conseguindo fazer bem meu trabalho", disse a levantadora. 
 

O técnico Bernardinho foi um pouco mais comedido. "O time jogou taticamente muito bem. Caiu um pouco no terceiro set, mas teve um saque regular e soube comandar a partida", analisou. 

A Unilever, que tem agora 27 pontos na liderança, encerra sua participação no primeiro turno da Superliga contra o Sollys/Nestlé, novo vice-líder, com 25 pontos, no sábado (28/1), em Osasco. A equipe viaja para São Paulo na quinta-feira.
 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x