Search
Sunday 20 September 2020
  • :
  • :

Entrevista: Recordista em títulos de Superliga, Regiane avalia sua trajetória no Rexona-Sesc e faz balanço da carreira

Foto: Inovafoto/CBV

 

Nesta tarde, as jogadoras do Rexona-Sesc e o técnico Bernardinho tiveram um encontro com crianças e adolescentes, na unidade do Sesc, na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro. Eles ministraram uma clínica de vôlei, onde ensinaram os fundamentos da modalidade. E no meio do bate bola, Regiane, atleta que mais venceu Superligas (10), junto da líbero Fabi, comentou sobre a importância desse tipo de atividade, fez um balanço de sua carreira e avaliou a equipe do Rexona-Sesc.

 

Primeiramente, a capitã do Rexona-Sesc destacou a importância desse tipo de iniciativa. “As crianças se inspiram na gente e podemos passar um pouco do que a gente aprendeu dentro de quadra desde o pré-mirim até o profissional e isso é um incentivo. Com certeza elas vão aprender bastante aqui na clínica, pela TV e acompanhando os jogos”.

 

A atleta está satisfeita com o saldo final da Superliga e está positiva sobre seu futuro.

“Foi uma temporada bem difícil pra mim, porque não joguei tanto, mas como equipe, fizemos uma temporada excelente, mas com algumas oscilações. Mas o bom é que no final conseguimos alcançar o objetivo, que era ser campeão. Sobre o futuro, ainda estou pensando no que fazer, mas se Deus quiser, vou conseguir algo bem bacana”.

 

E finaliza relembrando sua trajetória na equipe. “É inexplicável! Estou aqui desde o primeiro ano que veio para o Rio de Janeiro, 2004, e é meu décimo terceiro ano e décimo título.
Eu fico muito feliz por ter conquistado todos esses títulos com o time. Eles me ajudaram e ajudam muito. É um time que vou levar para o resto da minha vida”.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
17 Comentários
o mais novo
mais velho mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Rita

Acabo de ver no Face – Melhor do Volei – e as pessoas por lá só podem estar fora do juízo normal, dizer que os 10 títulos da Regis foram na reserva. Oh gente que adora depreciar o trabalho da Diva. Paciência, toma conta desse povo. A Diva era titular nas Superligas de: -2006/2007 titular -2007/2008 titular -2008/2009 titular -2010/2011 titular -2014/2015 titular 1) Tem alguma dúvida? É só jogar no youtube o vídeo final de todas essas edições. 2) Só aí são 5 títulos como titular. Nos demais anos, descartem aí o tempo em que era muito nova, que… Ler mais »

icaro

É muito diva mesmo! 💙

Paulo Dantas

É de se esperar que uma atleta de voleibol, sobretudo quando já se encontra na casa dos 30, não venha a ter mais tantas ilusões na vida, afinal, com essa idade, a pessoa já percorreu uma boa caminhada. Ainda mais nesse esporte em que a vida útil do jogador dura muito pouco tempo. Vejo muitas pessoas criticando a Regiane como se ela fosse uma coitadinha. Grande erro, a Regiane já trilhou uma carreira bem bacana no vôlei. Foi campeã mundial juvenil, era uma grande promessa sim, pois sempre teve potencial, altura e tudo mais. Chegou a ser convocada para a… Ler mais »

Marcus Ramos

Parabéns pelo seu texto. Concordo plenamente com as suas palavras. Devemos fazer e seguir aquilo que nos faz feliz! Como sempre digo, ainda não vi jogadoras no mundo igual Ana Moser, Fernanda Venturini, Márcia Fu, Hilma e nem foram campeãs olímpicas ou de mundial mas tem seus nomes eternamente lembrados dentro do cenário do voleibol. Até hoje vejo jogos delas na internet e nem sei se um dia irei ver alguma jogadora com a raça e garra como elas. Parabéns Regiane e talvez poucos saibam mas ela já foi jogadora de decisão de super liga.

Paulo Dantas

Valeu, eu também lembro da Regiane sendo decisiva em Superligas, as pessoas tem memória curta mesmo.

Toy

Que palavras maravilhosas!

Obrigado pela postagem! As vezes faz bem ler coisas assim. Acalenta o espírito!

manu

ela deve ser a madrinha eterna do Rexona, agora do sesc…jogadora boa e jogadora em quadra ! detalhe gosto muito dela, mas atuar desta maneira não e coisa de atleta de alto rendimento !

Sandro

Excelente como pessoa. Mas o ser humano não pode ser acomodado, sem perspectiva. A vida é movida por desafios e poucos têm coragem

Alex

Grandes jogadoras passam pelo Rio de Janeiro sem chance de mostrar eu voleibol. Alguma ficam uma só temporada, como a Helô este ano (que raramente entrava mesmo em inversões) ou Lorenne ano passado, Outras ficam um pouco mais, como a Mara que não era muitas vezes nem relacionada para os jogos. Outras insistem e ficam vários anos como a Amanda e a Regiane… Vendo a Amanda atuando pelo Brasília nesta temporada, me parece que ela desperdiçou, esse tempo todo que ficou no Rio de Janeiro sacando, a oportunidade de ter se tornado uma selecionável e ampliado seu mercado internacional… A… Ler mais »

Galbraith

Bernardo gosta de ter um banco que resolva ou que pelo menos colabore quando solicitado.
Agora que Drussyla se foi, deve estar à procura de mais um jovem talento, possivelmente Edinara, que seria um desperdício enorme, já que a jogadora já tem 20 anos e tem que jogar de titular mesmo para subir na carreira.

Hildebrando

Drussyla renovou com o Rio….

Galbraith

Não me fiz entender. Se foi do banco. Agora será titular.

Rita

Só que a Helô hoje é campeã brasileira, se tivesse ficado em time pequeno não seria.

Edwin Luisi Matias

olha eu concordo o ruim de estar em times grandes e isso.. falta de oportunidade.. muitos ficam na reserva e nao conseguem mostrar o voleibol que tem o trabalho maravilhoso que pode fazer!

Vnt

Uma grande jogadora mas se contentou em ser banco.

Galbraith

É uma pena. Jogadora versátil, alta e com boa recepção.
Se encaminhando para passar dos 30 anos e, dificilmente, trocará de time para jogar como titular.

Hildebrando

Concordo com quase tudo, mas Regys boa de recepção? Estamos falando da mesma atleta? Esse sempre foi o ponto fraco dela, a recepção. Acho que ela já deveria ter migrado para oposta e focar mais no ataque, pois esse é o ponto forte dela, além de ser alta!!!

Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x