Search
Sunday 20 September 2020
  • :
  • :

Estados Unidos vencem Argentina em dois jogos amistosos

02/05/2012 – As seleções masculinas de Estados Unidos e Argentina, que vão lutar nas próximas semanas por uma vaga nas Olimpíadas de Londres, começaram a temporada 2012 com a disputa de duas partidas amistosas. O time norte-americano recebeu os argentinos em San Juan Capistrano, Califórnia, e venceu os dois jogos contra os hermanos.

Na primeira partida, na última sexta-feira (27/05), o time comandado por Alan Knipe superou a formação de Javier Weber por 3 sets a 1, de virada, com parciais de 21-25, 25-23, 25-18 e 25-17. O maior pontuador dos EUA foi o ponteiro Matt Anderson com 16 pontos, sendo 11 em ataques (com 48% de aproveitamento) três em bloqueios e dois aces. David Lee veio na sequência com 14: oito em ataques (67%) e seis em bloqueios. O ponteiro Willian Priddy marcou 11 – cinco em ataques (25%), um em bloqueios e cinco em saques.

Pela Argentina, o meio de rede Sebastian Solé foi quem mais pontuou: 19 vezes, sendo 13 em ataques (com excelente aproveitamento de 76%) e seis em bloqueios. O ponteiro Bruno Nicolas veio na sequência com 12 – 11 em ataques (42%) e um de bloqueio. Seu diagonal, Pablo Bengolea, anotou nove. O oposto Federico Pereyra contribuiu com oito.

Estados Unidos: Donald Suxho (9), Gabriel Gardner (4), Willian Priddy (11), Matt Anderson (16), Ryan Millar (6), Danid Lee (14) e Richard Lambourne (Líbero). Depois: Riley Salmon (Líbero), Sean Rooney e Russel Holmes. Técnico: Alan Knipe.

Argentina: Nicolás Uriarte (1), Federico Pereyra (8), Bruno Nicolas (12), Pablo Bengolea (9), Sebastian Solé (19), Pablo Crer (5) e Franco Lopez (Líbero). Depois: Rodrigo Quiroga (5), Gabriel Arroyo (2), Federico Martina e Luciano De Cecco. Técnico: Javier Weber.

4-29-teams-shake-hands

No domingo (29/04), no segundo encontro entre EUA e Argentina, nova vitória norte-americana, só que desta vez no tie break, com parciais de 25-20, 22-25, 25-19, 23-25 e 15-13. Desta vez, os times jogaram com formações bem diferentes e mudaram muitos as escalações durante a partida. Willian Pridy e Ryan Millar dividiram o posto de maiores pontuadores do time norte-americano com 12 acertos cada. O ponteiro marcou 11 vezes em ataques (85%) e uma vez no bloqueio, enquanto o central contribuiu com oito em ações ofensivas (44%), um de bloqueio e três em saques.

Pela Argentina, o oposto Federica Pereyra se redimiu da fraca atuação no primeiro amistoso e marcou 31 pontos no segundo duelo. Foram 24 em ataques (59%), cinco em bloqueios e dois em saques. O ponta Pablo Bengolea veio na sequência com 12: 10 em ataques (40%), um de bloqueio e um ace.

Estados Unidos: Brian Thornton (2), Gabriel Gardner (10), Sean Rooney (8), Willian Pridy (12), Ryan Millar (12), Danid Lee (2) e Richard Lambourne (Líbero). Depois: Matt Anderson (7), Paul Lotman, Russel Holmes (7), Kevin Hansen, Riley Salmon (Líbero) e Maxwell Holt. Técnico: Alan Knipe.

Argentina: Luciano de Cecco (2), Federico Pereyra (31), Pablo Bengoela (12), Bruno Nicolas (6), Gabriel Arroyo (10), Sebastian Sole (2) e Franco Lopez (Líbero). Depois: Rodrigo Quiroga (2), Nicolás Uriarte e Pablo Crer (4). Técnico: Javier Weber.

Tantos Estados Unidos, quanto Argentina, irão sediar seus respectivos Qualicatórios Continentais para as Olimpíadas de Londres. Entre os dias 7 e 12 de Maio, os norte-americanos jogam em Long Beach, na Califórnia; já os argentinos receberão seus adversários em Almirante Brown, entre 11 e 13 do mesmo mês.

Foto: USAV/Suzie Houseworth

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x