Search
Saturday 26 September 2020
  • :
  • :

Estruturado, Vôlei Maranhão quer o título da Liga Nacional

Foto: Divulgação/Agencia Classe A

Da esquerda para a direita: Anny, Alice, Liz, Isabella, Edneia e Amanda

No próximo dia 30 de Julho, terá início a trajetória do Vôlei Maranhão no cenário brasileiro com a estreia da equipe na Liga Nacional 2013. Em setembro, a equipe fará estreia na Superliga, marcando uma nova era no vôlei feminino do nordeste. E para fazer parte desse projeto, o técnico Chicão escolheu a dedo as atletas que tem como objetivo elevar o nome do estado a nível nacional.

Formado por uma base jovem e completado com jogadoras de grande experiência, a equipe do Vôlei Maranhão espera em seu primeiro ano já se consolidar na Superliga.

No elenco, entre as jogadoras mais novas, estão atletas com destaque nas categorias de base em seus antigos clubes e também com passagens pela seleção brasileira, como é o caso da líbero Alice.

Após fazer parte do grupo da seleção juvenil em 2012 e de atuar na equipe principal do Praia Clube em algumas partidas da última Superliga, a jogadora tem boas expectativas sobre a nova equipe. “Nossa expectativa é de que possamos fazer um bom campeonato, buscando o primeiro lugar na Liga Nacional e assim fazer uma boa temporada na Superliga. Queremos desenvolver e incentivar o voleibol no Maranhão”.

Individualmente, Alice espera crescer com o trabalho da CT do Maranhão. “Essa é uma fase em que eu estou colocando em pratica as experiências que eu tive e buscando aprender cada vez mais. Espero que eu possa aprender muito nessa temporada e obter resultados cada vez mais positivos na minha carreira”.

Outra jogadora jovem que ganha uma oportunidade no time é a oposto Amanda Martins, que defendia o Uniara. A jogadora fez questão de destacar a bela estrutura do time e diz que não deixa a desejar a outras equipes de ponta. “Tudo que eles oferecem aqui é de primeira qualidade, o nível da estrutura e do projeto é muito bacana. Já joguei em várias equipes, e essa está sendo a melhor, em questão de treinamentos, alimentação, moradia, transporte, tudo muito perfeito. Não tem nada a desejar assim, estou adorando tudo”.

E para transmitir experiência as jovens jogadora, Chicão escolheu a central Edneia, como quem chegou a trabalhar em São Caetano. Para a central, fazer parte de um novo projeto e como referência, é uma honra. “Estou feliz por participar deste novo projeto aqui no Maranhão e ele está sendo importante para muitas meninas que vão participar pela primeira vez da Superliga. Isso é uma oportunidade excelente de mostrar novos talentos e apesar de ser a mais velha, fico feliz de ter muita energia pra acompanha-las e isso me motiva mais”.

Recém chegada da Indonésia, a oposto/ponta Liz Hintemann demonstra, assim como todo o povo maranhense, ansiedade pela estreia do time na Liga Nacional. “Estão todos muito animados com o novo time e existe muita expectativa para começarem logo os jogos e ver o time em ação. Temos um grupo bacana e raçudo e acreditamos que poderemos fazer uma boa Liga. Para mim, está sendo especial porque já faziam muitos anos que eu não jogava no Brasil e também por poder conviver com as pessoas e cultura daqui, que são sensacionais!”

Completam o elenco do Maranhão, a levantadora Isabella, que irá ter a oportunidade enquanto a argentina Yael Castiglione não se apresenta, além de jogadoras como Dani Suco e Nikolle del Rio.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x