Search
Sunday 27 September 2020
  • :
  • :

Experiente Raphael comanda seleção de novos do Brasil na Copa Pan-Americana

Apesar do nome, a seleção brasileira masculina de novos, que embarca nesta SEXTA-FEIRA (06.07) para a disputa da Copa Pan-Americana, que será realizada em Santo Domingo, na República Dominicana, contará com um experiente jogador como capitão da equipe: o levantador Raphael.

Criado em Resende, no Rio de Janeiro, o levantador, de 33 anos, sempre gostou de praticar esportes, mas foi depois das Olimpíadas de 1992, em Barcelona, que decidiu ser jogador de vôlei. Começou aos 13 anos, no Banespa. Passou pela Ulbra, pelo Kazan, da Rússia, e atualmente defende o Trentino, da Itália. Há nove anos morando fora do Brasil, Raphael vem sendo convocado constantemente para a seleção principal neste ciclo olímpico.

“É muito bacana ser sempre lembrado pelo Bernardo. Fazer parte dessa seleção supercampeã é muito bom. Isso é consequência do meu trabalho, que está sendo bem feito e visto aqui no Brasil” disse Rapha.

Apesar de garantir estar habituado à vida que leva na Itália, o levantador brasileiro não esconde a vontade de um dia voltar a jogar no seu país de origem.

“Já estou há bastante tempo fora do país e estou muito habituado. O campeonato é muito forte, conta com jogadores de diversos países. Consegui realizar o sonho de jogar na Itália e estou conquistando muitos títulos. Mas, apesar disso, sinto muita saudade do Brasil, da minha família e dos amigos. Com certeza ainda quero voltar para jogar”, contou o levantador.

Raphael é um dos 12 jogadores que vão representar o Brasil na Copa Pan-Americana. Os outros convocados são: o levantador Murilo Radke, os opostos Franco Paese e Alan Ferreira, os centrais Otávio, Gustavão e Tiago Barth, os ponteiros Henrique Batagim, Tiago Wesz, Rogério Mineiro e Maurício, além do líbero Tiago Brendle.

As oito equipes participantes da Copa Pan-Americana estão divididas em dois grupos. No grupo A, Argentina, Canadá, República Dominicana e Trinidad e Tobago, e no B, Brasil, México, Venezuela e Estados Unidos. As seleções de cada grupo jogam entre si e as primeiras colocadas de cada chave se classificam automaticamente para a semifinal. Os segundos e terceiros lugares se enfrentam nas quartas de final.

Capitão brasileiro na competição, Raphael vai ser o comandante dos jovens que compõem o time do técnico Leonardo Carvalho. Apesar do pouco tempo de convívio, o levantador acredita que a garotada vai se sair bem no torneio.

“É muito bacana estar com essa garotada. A maioria eu já conhecia, mas quando eu saí do Brasil acho que eles nem jogavam ainda”, brinca. “Depois acabei conhecendo eles aqui no Aryzão (o Centro de Desenvolvimento do Voleibol). A rapaziada está chegando com gás total. Já conversei com todos e eles mostraram que querem ganhar, querem buscar espaço. Vai ser um prazer ser o capitão e, mais que isso, um amigo de todos eles”, finalizou Raphael.

A estreia dos brasileiros na competição será na próxima segunda-feira contra o México, às 16h, horário de Brasília. Na terça, o adversário é a Venezuela também às 16h. E o último duelo da fase de grupos, na quarta-feira, será contra os Estados Unidos, às 18h.

O Brasil é o atual campeão da competição. Na edição passada, disputada no Canadá, os brasileiros derrotaram os Estados Unidos na final. Os americanos são os maiores vencedores do torneio. Eles subiram no lugar mais alto do pódio em quatro oportunidades.

 

Fonte: CBV




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x