Search
Thursday 24 September 2020
  • :
  • :

Fabi “afia” o inglês e sonha com Londres/2012

 07/12/11 – Falante, extrovertida e, pela sétima temporada consecutiva, uma das peças importantes da equipe feminina de vôlei da Unilever, que estreia neste sábado (10/12) na Superliga, em busca do oitavo título no campeonato nacional de clubes, a líbero Fabi, de 31 anos, carioca da gema, se orgulha de, na carreira, só ter jogado em clubes do Rio de Janeiro. "Um dia vai acontecer, mas, por enquanto, estou muito feliz aqui", diz. Além do português, que domina exemplarmente, Fabi arranha o italiano e vem se aperfeiçoando no inglês, com aulas particulares. Com Fabi em quadra, Unilever e Sesi jogam a primeira partida da Superliga 2011/12, neste sábado, às 15 horas, no Maracanãzinho (10/12).

"A gente viaja muito. O inglês é uma língua necessária, quase obrigatória. Tive de interromper as aulas por causa da seleção, mas já estou agendando o retorno com a Debbie, minha professora. Ela é mais exigente que o Bernardinho…", brinca Fabi, campeã olímpica em Pequim/2008 e líder nata dentro e fora de quadra.

Esse empenho tem a ver com Londres/2012? "Quero muito estar lá. É um objetivo, uma meta, um sonho. Mas, independentemente de qualquer competição, quero poder me comunicar cada vez melhor, fazer amigos em outras partes do mundo. O vôlei é dinâmico, rápido, passageiro. Os amigos ficam", argumenta, lembrando que a líbero Stacy, do Vôlei Futuro, mostra sabedoria no assunto. "Ela, por exemplo, sempre teve curiosidade de conhecer o português. E está tendo a oportunidade de se aperfeiçoar. É muito bacana a gente se fazer entender. Amo essa ideia. Por isso, estou empenhada nos estudos."

Eleita a melhor recepção da Superliga 2010/11, Fabi também está empolgada para mais uma temporada. Sobre o adversário de estreia, o Sesi, a jogadora é enfática. "A nossa temporada começa com um grande desafio. Acredito que esse jogo vá mostrar o elevado nível técnico que nos reserva esta edição da Superliga", comenta Fabi.

"Temos a Fernanda (Venturini, levantadora) de volta e outras grandes jogadoras. Mas o Sesi também tem um ótimo elenco, incluindo a Dani Lins, que jogou pela Unilever durante muito tempo e agora está no lado adversário. Tem tudo para ser um jogão…" garante Fabi. "O Sesi vem embalado pelo Campeonato Paulista, que é forte. Nós ainda estamos buscando um melhor entrosamento e mostramos isso na final do Campeonato Carioca, na vitória por 3 a 2 sobre Macaé", completa a líbero, que soma, pela Unilever, cinco títulos na Superliga e sete no Campeonato Carioca.

Natal solidário

O Natal está próximo e a Unilever, para marcar sua estreia na Superliga, fará, no ginásio do Maracanãzinho uma campanha solidária de arrecadação de brinquedos, que serão destinados a uma instituição de caridade a ser definida. A mecânica é simples: basta o torcedor levar para o ginásio um brinquedo novo ou em bom estado de conservação. Em troca, garantirá sua camisa de torcida do time.

Para a partida contra o Sesi, os ingressos serão vendidos a R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia). A bilheteria será aberta às 12h30 e os portões de acesso ao ginásio às 13 horas, duas horas antes do início da partida. O acesso à arquibancada será pelo "caracol" da Rua Professor Eurico Rabelo e o acesso à cadeira especial, pelo portão 21.

Na temporada 2011/12, a Unilever e o Metrô do Rio darão continuidade à parceria, iniciada em 2006, que proporciona entrada franca nos jogos da Superliga Feminina de Vôlei mediante a apresentação na bilheteria do ginásio do cartão pré-pago válido e com créditos. A parceria já vale no jogo de estreia, sábado (10/12), contra o Sesi.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x