Search
Tuesday 29 September 2020
  • :
  • :

Finalistas da Superliga contam com sorte de principiante

Foto: Alexandre Arruda/CBV

Sada Cruzeiro (MG) e Sesi-SP chegam a decisão da Superliga masculina de vôlei 13/14 credenciados pelas primeiras colocações na fase de classificação do campeonato. As duas equipes também contam com grandes nomes do vôlei brasileiro, como o levantador William e o oposto Wallace, do time mineiro, e o central Lucão e o líbero Serginho, da equipe paulista entre tantos outros. Mas os times finalistas da temporada 13/14 têm mais um ponto em comum: a primeira participação de titulares em uma decisão de Superliga.

O grupo de Contagem (MG), dirigido pelo técnico Marcelo Mendez, tem o central Isac, de 23 anos, que chega a sua primeira final da principal competição do calendário brasileiro. O time paulista, do treinador Marcos Pacheco, tem em uma de suas principais armas, o jovem ponteiro Lucarelli, de 22 anos, mais um estreante na situação. Portanto, se a expressão “sorte de principiante” funcionasse no esporte, os dois times sairiam campeões.

Apesar de fazer sua primeira participação em final de Superliga, o central Isac já passou pela experiência de outras decisões e busca usar as informações que tem nas situações passadas.

“Toda semana de jogo decisivo é importante. Essa está sendo um pouco diferente por ser uma competição que eu nunca disputei, mas já estive nas finais do Mineiro e do Campeonato Mundial e estou buscando essas experiências para ficar um pouco mais tranquilo nesses dias que antecedem a grande final da Superliga”, explicou Isac.

Determinação é uma das características presentes no jovem central, seja em qual for a competição. “Independentemente do campeonato, agora é a hora da decisão. É o período onde temos que deixar tudo dentro de quadra nos treinos e, principalmente, na hora do jogo. E eu quero muito esse título, que vai ser importantíssimo para a minha carreira. E todo o grupo”, comentou Isac.

Um dos outros estreantes nessa decisão é mineiro. Mas, desta vez, defenderá um time paulista. Lucarelli está em casa, mesmo que agora possa ser considerado um intruso em Belo Horizonte.

“Aqui estou em casa, virão familiares e amigos para torcer por mim, minha mãe já pediu uns cem ingressos”, brincou o ponteiro do Sesi-SP, que sabe que enfrentará uma torcida grande. “Vai ter mais gente torcendo pelo Sada Cruzeiro, mas eu acredito que teremos uma parte das arquibancadas torcendo pelo Sesi-SP também”, disse Lucarelli.

O jogador chegou perto da experiência em outras oportunidades, mas estar pela primeira vez na final da Superliga é especial. “Estou bem feliz, na expectativa de um grande jogo. Já fui para a semifinal três vezes e bati na trave. Estou muito contente de fazer uma final em um ginásio como este aqui, que estará lotado. Espero que o espetáculo seja bom para quem vier assistir”, concluiu Lucarelli.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x