Search
Sunday 27 September 2020
  • :
  • :

FIVB anuncia competição que substituirá o Grand Prix e a Liga Mundial

Anúncio aconteceu na capital francesa. (Foto: Divulgação)

Por Júnior Barbosa

Nesta quinta-feira (12), a Federação Internacional de Vôlei (FIVB) anunciou a competição que substituirá o Grand Prix e a Liga Mundial. A partir de 2018, iniciará o torneio que, segundo os dirigentes, será “um dos mais importantes eventos da história do esporte”: o Volleyball Nations League (Liga de Vôlei das Nações, em tradução livre). Um ponto positivo é que os valores das premiações serão iguais para os homens e para as mulheres.

De acordo com o comunicado, o torneio é um projeto que envolve, além da FIVB, uma das maiores agências de celebridades e de grandes eventos e 21 federações nacionais. O objetivo é transformar o Volleyball Nations League em algo totalmente inovador, atraindo ainda mais audiência e visibilidade para a categoria.

Tanto no masculino quanto no feminino, 16 seleções participarão. Não há confirmação se haverá divisões de acesso, como acontecia com o Grand Prix. O que se sabe até o momento é que todos jogarão entre sim, em um total de 130 partidas, com cada equipe disputando pelo menos 15 jogos e as etapas acontecerão em um número maior de países.

Esta é a primeira vez que a FIVB realizará competições em parceria com empresas. O objetivo também é que a qualidade das transmissões e as estruturas oferecidas sejam de nível olímpico.

A expectativa é que, em breve, mais detalhes sejam divulgados. Neste ano, as brasileiras ficaram com o último título do Grand Prix. Já os homens, ficaram em segundo na Liga Mundial.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
10 Comentários
o mais novo
mais velho mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Observador do Vôlei

Eslovênia e Bélgica garfadas no masculino. Ladroagem da FIVB. Vocês já sabem de quem é a influência, né?

gisel

o VOLEI FEMININO NAO VIVE SEM O MERCADO DA aSIA $$$$$$$

Zhuzão Cabrãozão

Só espero que algum dia venha para minha cidade, temos um ginásio maravilhoso recém-inaugurado e torcer de perto pelas minhas seleções, em especial a feminina seria um sonho.

Ade

Sou totalmente adepto às mudanças, em quaisquer áreas. Que sejam bem vindas e que deem certo.

rafaela gomes

Espero, digo espero fervorosamente, que as mudanças que fazem no nosso amado esporte tragam boas novas… visibilidade sim, protecionismo nao ( né, Italia?)…

D.C. JONES

Affe é cada idiotice.
Quase depois de 3 décadas mudar o nome do torneio.
Já estava na boca do povo Liga Mundial e Grand Prix de Volei, agora vai se chamar “LIGA DAS NAÇÕES”,affffeeee
Mas mesmo torço que dê certo, o que o vôlei precisa é visibilidade e patrocinio, quanto mais , melhor.
Mas se formos analisar, no fundo, dos esportes coletivos. O Vôlei é o que mais tem disputas internacionais.

Marcos

Coitada da Eslovênia, conquistou o direito de disputar a primeira divisão da Liga Mundial, aí a dona FIVB sobe um monte de time no tapetão (alguns sem expressão no masculino) e deixa a Eslovênia de fora da elite. Coitada da Bélgica, quase se qualificou para a fase final da Liga Mundial, aí a dona FIVB rebaixa a equipe e mantém a Itália (última colocada) na principal divisão. Isso sem mencionar que a FIVB proibiu o Brasil de disputar a Copa do Mundo por ser sede das Olimpíadas e agora vai mudar todo o sistema de classificação para o Torneio Olímpico,… Ler mais »

Marcos

beneficia*

Natália Togut

Vamos esperar para ver, Dr. Ary Desgraça Filho, grande nome da nova era do vôlei mundial.

manu

So espero que japao e china não sejam detentores dos direitos de sempre fazer as finais, com acontece com frequência, principalmente no grand prix

Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x