Search
Saturday 19 September 2020
  • :
  • :

Fluminense confirma favoritismo e está na final do Carioca

O primeiro jogo da final contra o Sesc-RJ acontece nesta quinta-feira (5). (Fotos: Mailson Santana/FFC)

Repetindo a última edição do Campeonato Estadual de Vôlei, o Fluminense chega à final e vai enfrentar o Sesc-RJ, time do técnico Bernardinho. Nesta terça-feira, 3, a equipe estreou na competição e garantiu vaga ao vencer o Universo por 3 sets a 0, com parciais de 25/16, 25/14 e 25/12. A partida lotou as arquibancadas do ginásio João Coelho Netto, nas Laranjeiras e a torcida vibrou a cada ponto do time

Em quadra com as centrais Letícia Hage e Lara Nobre, a oposto Renatinha, as ponteiras Thais e Michelle Pavão, a levantadora Giovana e a líbero Fernanda, o time abriu quatro pontos de vantagem, mas viu o Universo reagir ainda no início e chegar ao empate (5 a 5). E parou por aí. O Fluminense seguiu dominando o primeiro set e fechou por 25 a 16.

Na volta, o técnico Hylmer Dias testou todo o time e trouxe a campeã olímpica Sassá, que agora joga como líbero, a oposto Arianne, a levantadora Jordane, as centrais Marcella e Larissa, e a ponteira Clarisse para novamente o Fluminense seguir à frente no placar e não tomar conhecimento das rivais. A equipe mostrou entrosamento e levou mais um set: 25 a 14.

Para fechar, reação da equipe do Universo, que arrancou um 3 a 0. Coube à central Larissa reverter a situação, fazer três aces e ajudar o Fluminense a abrir 11 pontos de vantagem, fechando a partida: 25 a 12.

Atento aos detalhes, o técnico Hylmer Dias analisou a estreia:

“Começamos bem, sempre respeitando o adversário e felizes neste reencontro com a torcida. Vamos ajustar alguns pontos, focar na final contra o Sesc-RJ, que é um time vencedor, mas buscamos o bicampeonato e vamos brigar pelo título”.

Para o Fluminense, é mais um tudo ou nada. O time se sagrou Campeão Carioca em 2016 com uma virada espetacular sobre o Rexona (atual Sesc-RJ) por 3 sets a 2 e busca repetir o êxito em 2017. O primeiro jogo acontece na quinta, dia 5, no Tijuca Tênis Clube, às 19h30:

“Começamos com o pé direito. Conseguimos a vaga na final, temos alguns aspectos a melhorar, mas estamos cientes do nosso potencial.  Mais uma briga, mais um título e tem tudo para ser emocionante. Queremos o apoio da torcida Tricolor”, disse a líbero Sassá.

Para a central Leticia Hage, a partida trouxe boas lembranças:

“A estreia é sempre um pouco mais tensa, mas já deu para sentir o clima. Revivemos a emoção do ano passado e isso vai nos ajudar a entrar em quadra com muita força. A briga vai ser boa”, finalizou.

Hylmer Dias comanda a equipe formada por: Michelle Pavão, Thaisinha, Carol Won-Held, Clarisse, Julia Moura e Giovana Fant (ponteiras), Giovanna Gasparini, Jordane e Rafaela Lima (levantadoras), Larissa, Lara Nobre, Letícia Hage e Marcella Amaral (centrais), Sassá e Fernanda (líberos), e Arianne, Renatina e Pamela (opostas).




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x