Search
Monday 21 September 2020
  • :
  • :

Fluminense vence Vôlei Bauru no tie-break

Foto: Divulgação

O Time de Guerreiras encerrou 2017 com vitória emocionante. A equipe entrou em quadra nesta sexta-feira, 22, e venceu o Vôlei Bauru no tie-break, com parciais de 23/25, 25/21, 25/20, 22/25 e 15/13. Com  o apoio da torcida que esteve na Hebraica, o  Fluminense conquistou a sétima vitória seguida e segue em quinto lugar na tabela de classificação, com 24 pontos. A capitã Renatinha ainda faturou o Troféu VivaVôlei, como a melhor jogadora da partida. O próximo confronto será no dia 9 de janeiro, quando as tricolores vão até Belo Horizonte enfrentar o Camponesa/Minas.

Grandes adversários, Fluminense e Bauru fizeram um primeiro set bastante equilibrado e marcado pelo brilho da ponteira Thaisinha, que enfrentava sua antiga equipe. As bauruenses saíram na frente, mas foram rapidamente alcançadas pelas Tricolores, que dominaram quase todo o tempo. Alguns problemas na troca de passes do Flu fizeram o Bauru empatar (22 a 22) e virar o jogo, fechando por 25 a 23.

Com Thaisinha no ataque, as Tricolores abriram o marcador no segundo set, que foi comandado pela capitã Renatinha, descendo o braço e marcando muito bem. Apesar do bloqueio forte do Bauru, o Fluminense errou bem menos que as rivais, ampliaram a vantagem na reta final do quarto e fizeram 25 a 21.

Abrindo três pontos de diferença no início do terceiro set (6 a 3), o Flu forçou o pedido de tempo do Bauru. A dobradinha de Letícia Hage e Lara Nobre na rede não deixava a bola cair na quadra do Fluminense. A pressão da torcida quando o Time de Guerreiras ia para o saque parecia surtir efeito sobre as bauruenses, que se atrapalhavam na recepção. Hylmer Dias aproveitou os cinco pontos de vantagem (19 a 14) para colocar a oposta Arianne no lugar de Renatinha. Não demorou muito e as Tricolores faturaram mais um: 25 a 20.

O quarto set começou com Bauru na desvantagem, mas as rivais chegaram logo ao empate (15 a 15). Larissa entrou no lugar de Letícia Hage e Arianne, muito bem no saque, voltou para substituir Renatinha. O Flu tinha problemas na recepção, enquanto o ataque da equipe bauruense encaixava melhor. Ruim para o Flu, melhor para o Bauru que fechou por 25 a 22.

A emoção ficou para o final. No quinto e último set, o Fluminense mostrou que estava em casa e arrumou ainda mais força para brigar pelo resultado positivo. E a disputa foi acirrada, com um placar apertado, o Time de Guerreiras fechou o tie-break por 15 a 13 e comemorou a vitória nos braços da torcida.

Pelo regulamento da Superliga, as 12 equipes jogam em turno e returno, e as oito primeiras avançam para as quartas de final, disputadas em melhor de três jogos. A semifinal é melhor de cinco, enquanto a decisão será em duas partidas. Em caso de uma vitória para cada time, um golden set será realizado. No topo da tabela está o Dentil Praia Clube, com 39 pontos, seguido do SESC-RJ (31), Vôlei Nestlé (28), Camponesa/Minas (25) e o Fluminense (24).

Quer aproveitar as promoções da Futfanatics? Corre lá que os preços estão incríveis!




Subscribe
Auto Notificar:
guest
4 Comentários
o mais novo
mais velho mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Mineiro

Lendo a matéria dá impressão que só tinham jogadoras de uma equipe em quadra…

VERGONHA ALHEIA DO BARUERI

Verdade Mineiro, esse lixo de matéria se escreveu os nomes das jogadoras do Fluminense, as outras o texto resumiu em “bauruenses”!!!

Absurdo

E tinha um homem bloqueando ela….

clau

Era o seu pai . E você enrustidoa sai do armário mona, muito mal amado, tem inveja da Tiffany que é mulher, tudo que o senhor queria ser mas não passa de um mal comido 😂😅😀😃

Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x