Search
Saturday 4 July 2020
  • :
  • :

Força da torcida é arma do Vôlei Nestlé para empatar semifinal

Foto: João Pires/Fotojump

O Vôlei Nestlé recebe o Dentil/Praia Clube nesta segunda-feira (2), em busca da vitória para empatar o playoff semifinal da Superliga 2017/18. O objetivo para o jogo quatro da série melhor de cinco é repetir a história da segunda rodada desta fase, quando bateu o adversário empurrado por 4 mil pessoas que lotaram as arquibancadas do José Liberatti. Se conseguir o resultado positivo na partida que começa às 21h30 (com transmissão do Sportv), a equipe de Osasco leva a decisão para o quinto e último confronto, programado para a próxima sexta-feira (6), em Uberlândia.

Maior pontuadora da Superliga, com 557 acertos, Tandara mantém a confiança na força da equipe do Vôlei Nestlé. ”Perdemos os dois jogos em Uberlândia no detalhe. E aqui, em Osasco, a nossa torcida faz toda a diferença. É o nosso sétimo jogador em quadra. A série ainda não acabou e vamos usar nossa casa como fator decisivo para empatar o playoff e levar a decisão para o quinto jogo”, garante a oposta, que já superou em 194 pontos o desempenho da temporada passada, quando derrubou a bola na quadra adversária 363 vezes.

Bia também apresenta desempenho superior em seu fundamento preferido, o bloqueio. Na Superliga passada, o paredão da central do Vôlei Nestlé funcionou 107 vezes. Na rodada passada, no terceiro jogo da semifinal, ela atingiu a marca de 111 bloqueios. “Eu gosto muito de bloquear e, por isso, me dedico bastante nos treinos. Mas os resultados individuais são importantes quando são convertidos em vitórias. Vamos conseguir chegar ao nosso objetivo, que é o título da Superliga, como um time, um jogo bem distribuído e todo mundo ajudando. Quero muito voltar à decisão da Superliga e, para isso, precisamos bater o Praia em nossa casa e vamos com tudo. Pretendemos voltar para Uberlândia, na próxima sexta-feira, para o quinto jogo dessa série”, promete.

Nadja Ninkovic lembra da importância de jogar bem taticamente. “Treinamos muito, estudamos o time delas e já vamos para o quarto confronto consecutivo. Sabemos que um bom serviço faz toda a diferença para ajudar nosso bloqueio e defesa. Isso gera os contra-ataques, que precisamos aproveitar como fizemos na segunda partida da semifinal. Se conseguirmos, repetiremos aquela vitória em casa”, explica a central sérvia. A ponteira peruana Angela Leyva complementa. “Não nos deixamos abater pela resultado negativo da partida em Uberlândia. Estamos unidas e focadas para fazer nossa melhor apresentação diante da nossa torcida nesta segunda”.

Na série entre Vôlei Nestlé e Dentil/Praia Clube, o fator casa tem sido determinante. A equipe de Uberlândia ganhou os dois jogos disputados em Minas Gerais (3 sesta 2 na abertura do playoff e 3 a 1 na último duelo), enquanto a equipe de Osasco dominou o adversário no José Liberatti, ganhando por 3 sets a 1.

SUPERLIGA 2017/18

SEMIFINAL
Primeira rodada
23/3 – Dentil/Praia Clube 3 x 2 Vôlei Nestlé – Uberlândia
23/3 –Camponesa/Minas 2 x 3 Sesc/RJ – Belo Horizonte

Segunda rodada
26/3 – Vôlei Nestlé 3 x 1 Dentil/Praia Clube – Osasco
26/3 – Sesc RJ 3 x 0 Camponesa/Minas – Rio de Janeiro

Terceira rodada
30/3 – Dentil/Praia Clube 3 x 1 Vôlei Nestlé – Uberlândia
31/3 – Sesc RJ 3 x 1 Camponesa/Minas – Rio de Janeiro

Quarta rodada
2/4 – 21h30 – Vôlei Nestlé x Dentil/Praia Clube – Osasco (Sportv)

Quinta rodada (se necessário)
6/4 – 19h – Dentil/Praia Clube x Vôlei Nestlé – Uberlândia (Sportv)




Subscribe
Auto Notificar:
guest
5 Comentários
o mais novo
mais velho mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Sthephanno
Sthephanno
02/04/2018 18:28

Ansioso para ver este jogo, que, diga-se de passagem, vai ter cara de decisão, pois acho que o Praia vai querer liquidar a fatura, e o Osasco vai querer sobreviver na competição. Espero que a equipe de Osasco comece o jogo com Carol e Nati. Creio que esta mudança no meio do jogo só tira a confiança das jogadoras e desanima a torcida. Seria bom deixar a Fabíola ver um pouco o jogo de fora, sentir a pegada etc. Ninkovic, infelizmente, é mais uma estrangeira que vem para nossa superliga – seja na equipe de Osasco, Praia, Rio ou Minas… Ler mais »

Sthephanno
Sthephanno
02/04/2018 18:32
Reply to  Sthephanno

Lindo jogo

OSSAMU
OSSAMU
02/04/2018 19:40
Reply to  Sthephanno

Você esqueceu a melhor de todas Sarah Pavan, que passou pelo Rio de janeiro. Melhor oposta estrangeira que jogou em nossa liga. Atacava sempre por cima do bloqueio. Sensacional!!!!! Duas vezes campeã da superliga

Alysa de Quixadá
Alysa de Quixadá
03/04/2018 08:49
Reply to  OSSAMU

Hooker manda beijos, pois em sua passagem pelo Osasco fez das nanicas catimbozeiras gato e sapato. Dava até pena, mas depois a pena passou. kkkkkkkkk

Cocó
03/04/2018 12:11
Reply to  Sthephanno

Pelo contrário em relação a torcida. Com exceção de “ei juiz vai comer xuxú!….” a torcida foi excelente e não XINGOU ninguém da equipe adversária de PIPOQUEIRA, mesmo tendo várias naquela equipe…..

Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x