Search
Thursday 23 January 2020
  • :
  • :

Ft. Lauderdale: confira como foi o dia dos brasileiros nas areias

Foto: Divulgação

O Brasil já tem uma dupla garantida nas oitavas de final do torneio feminino no Major Series de Fort Lauderdale, nos EUA. Fernanda Berti e Bárbara Seixas (RJ) venceram os dois jogos que disputaram nesta quarta-feira (28.02) e já se garantiram em primeiro no grupo H, evitando a repescagem. Outras três duplas brasileiras perderam na estreia e precisam vencer nesta quinta (01.03) para seguirem na etapa do Circuito Mundial 2018.

Fernanda e Bárbara Seixas largaram com triunfo sobre as alemãs Victoria Bieneck e Isabel Schneider por 2 sets a 0 (21/17, 21/19), em 38 minutos. As brasileiras tiveram ótimo aproveitamento nos ataques, além de mais pontos em bloqueios (três contra dois das alemãs) para garantir o triunfo e dar o primeiro passo rumo às oitavas.

No segundo jogo, na ‘partida dos vencedores’, que definiu a liderança da chave, superaram as tchecas Kristyna Kolocova e Michala Kvapilová por 2 sets a 0 (22/20, 21/9), em 35 minutos de duração. Destaque para os cinco pontos de bloqueio de Fernanda Berti e quatro pontos de ace da atleta de 1.89m, além dos contra-ataques de Bárbara, que comentou a estreia.

 

As outras duplas brasileiras acabaram superadas na estreia. Ágatha e Duda (PR/SE), campeãs no último domingo da etapa de João Pessoa (PB) do Circuito Brasileiro, foram superadas pelas alemãs Kim Behrens e Sandra Ittlinger por 2 sets a 1 (15/21, 22/20, 15/13), em 47 minutos. Nesta quinta-feira, precisam superar as suíças Joana Heidrich e Verge-Depre para conseguirem uma vaga na repescagem do torneio.

Maria Elisa e Carolina Solberg também acabaram tropeçando no primeiro duelo nos EUA. Elas começaram vencendo, mas sofreram a virada das ucranianas Davidova e Shchypkova: 21/18, 11/21, 10/15, em 46 minutos de partida. O duelo que vale a ‘sobrevivência’ na competição será contra as norte-americanas April Ross e Alix Klineman, justamente as adversárias da final da etapa da Holanda do Circuito Mundial, em janeiro deste ano, que ficaram com o ouro.

Taiana e Carolina Horta (CE), que começaram o torneio antes, no classificatório, fizeram um jogo duro, mas foram vencidas pelas norte-americanas Summer Ross e Brooke Sweat por 2 sets a 0 (28/26, 21/19), em 41 minutos de partida. Elas enfrentam as holandesas Sanne Keizer e Meppelink em busca de uma vaga na repescagem do torneio.

Homens

O primeiro time brasileiro a entrar em quadra foi dos campeões olímpicos. Alison e Bruno Schmidt superaram os suíços Beeler e Krattiger por 2 sets a 1 (21/18, 16/21, 15/10), em 51 minutos. Os dois times tiveram o mesmo número de bloqueios (sete) e aces (dois), mas os brasileiros erraram menos e ficaram com a vitória. Nesta quinta eles encaram os holandeses Brouwer e Meeuwsen no jogo dos vencedores, valendo liderança do grupo F.

 

Quem também venceu a primeira foi Pedro Solberg e George (RJ/PB), que conquistaram vaga ao torneio no classificatório. Nesta quarta eles superaram os italianos Ranghieri e Caminati por 2 sets a 0 (23/21, 23/21), em 48 minutos. Mais constantes na virada de bola e gerando mais contra-ataques, os brasileiros superaram os quatro bloqueios de Ranghieri. A disputa pela liderança da chave H será contra os letões Plavins e Tocs, nesta quinta.

Os campeões mundiais Evandro e André Stein (RJ/ES), vencedores da etapa do Circuito Brasileiro no último final de semana, em João Pessoa (PB), mantiveram o bom ritmo. Eles venceram os tchecos Perusic e Schweiner por 2 sets a 0 (21/17, 21/17), em 39 minutos. Evandro anotou incríveis sete aces e a dupla brasileira decide agora a liderança contra os norte-americanos Taylor Crabb e Jake Gibb, também nesta quinta.

Vitor Felipe e Guto (PB/RJ) lutaram, mas não conseguiram estrear com vitória. Os brasileiros acabaram derrotados pelos russos Oleg Stoyanovskiy e Igor Velichko por 2 sets a 0 (21/17, 21/17), em 37 minutos. Medalha de bronze em João Pessoa, no último domingo, eles precisam vencer os australianos McHugh e Schumann nesta quinta-feira para seguir no torneio.

Fort Lauderdale, que ao todo distribui 600 mil dólares em premiações aos atletas participantes, recebe uma etapa do Circuito Mundial pela terceira vez. Em 2015, a cidade foi sede do World Tour Finals quando Alison/Bruno Schmidt e Larissa/Talita subiram no lugar mais alto do pódio. Fora em 2016, voltou ao calendário com o Major no ano passado.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »