Search
Thursday 3 December 2020
  • :
  • :

Grand Prix 2013: Confira a nossa prévia para o torneio

Começa nesta sexta-feira (02/08), a 21ª edição do World Grand Prix, a competição anual de seleções femininas da FIVB. Seguindo política de expansão que vem sendo aplicada desde a eleição de Ary Graça na entidade, a competição em 2013 está maior, o que trás vantagens e desvantagens aos participantes.

Para as seleções menores, há a vantagem de se enfrentar as grandes equipes do mundo e adquirir maior experiência. Já para as seleções mais tradicionais, a desvantagem é justamente o contrário: enfrentar equipes de menor nível técnico.

A seguir, apresentamos um breve guia da competição, com os favoritos, os candidatos a surpresa e, também, os que irão apenar ganhar rodagem. Confira:

Favoritos

Brasil

Maior campeão do torneio e bicampeão olímpico, o Brasil já não encara o Grand Prix com a mesma vontade de outros anos. Recentemente, o técnico José Roberto Guimarães declarou que o que vale mesmo é Mundial e Olímpíadas.

A renovação proposta pelo técnico deu certo no primeiro instante, com os títulos de Alassio e de Montreux. Porém, com a volta das campeãs olímpicas Sheilla, Thaísa, Fabiana, Fabi e Natália, a renovação ficou em pausa. Neste Grand Prix, o time busca aprimorar o entrosamento das novas com as veteranas, como se viu no duelo contra a Holanda, em amistosos, quando o time brasileiro enfrentou dificuldades.

De negativo, apenas há de se ressaltar a ausência de Tandara, que lesionada no ombro, foi cortada do torneio. 

Relacionadas para a primeira semana:
Levantadoras:
Fabiola e Dani Lins
Opostos: Sheilla e Monique
Pontas: Gabi, Michele, Priscila Daroit e Fernanda Garay
Centrais: Thaísa, Adenizia Silva, Jucy e Fabiana
Libero: Camila Brait e Fabi

Estados Unidos

Atual tricampeão do Grand Prix, os Estados Unidos vão para o torneio com uma renovação quase que total. Após serem os melhores durante todo o ciclo de 2012 e perderem a final em Londres para o Brasil, a federação trocou o comando e apostou em Karch Kiraly, como técnico.

Das 22 inscritas para o torneio, as mais conhecidas são a líbero Nicole Davis, a levantadora Alisha Glass, a central Dani Scott, as pontas Nicolle Fawcett e Kristin Richards, que atuará na Superliga 2013/2014. Com uma equipe jovem e tendo apenas a Rep. Dominicana com grande rival, venceram a Copa Panamericana 2013. O Grand Prix será a chance do time ganhar confiança visando o Mundial 2014.

 

Relacionadas para a primeira semana:
Levantadoras:
 Alisha Glass e Jenna Hagglund 
Opostos: Nicole Fawcett e Kelly Murphy 
Pontas: Kristin Richards, Kim Hill, Regan Hood e Cassidy Lichtman 
Centrais: Lauren Gibbemeyer, Christa Harmotto, Rachel Adams e Lauren Paolini 
Libero: Kayla Banwarth e Tama Miyashiro

Russia

Após a derrota em Londres 2012, a Rússia é mais uma seleção que vem renovada para o Grand Prix 2013. Sem Gamova e Sokolova, a equipe do técnico Iury Marichev tem outras referencias na equipe, como Borodakova, Obmochaeva, Startseva e Kosheleva.

Por enquanto, o grande resultado da seleção russa foi a medalha de ouro na Universíade, em Kazan, quando eles estavam com o time principal e os rivais, como o Brasil, não, devido ao regulamento do torneio. Mesmo assim, a vitória sobre o combinado Unilever/Praia Clube na final foi suada.

Para valer mesmo, no torneio de Montreux, o time lançou mão das novatas e o resultado foi até que positivo: vice-campeão. Sem títulos no Grand Prix desde 2002, o torneio se torna a grande pretensão do time que começa a ser montado para tentar em 2014 o tricampeonato Mundial.

 

 

Relacionadas para a primeira semana:
Levantadoras:
 Matienko e Pankova
Opostos: Obmochaeva e Isaeva 
Pontas: Kosheleva, Pasynkova, Chaplina e Malykh
Centrais: Borodakova, Zyryazhko e Shlyakhovaya 
Libero: Malova

Italia

Com poucos resultados expressivos desde a conquista do Mundial de 2002, a Itália tenta resgatar a sua força após uma péssima apresentação em Londres 2012. Assim como os demais times, a tônica é a da renovação.

As apostas do time do técnico Marco Mencarelli são a oposto Lituana naturalizada Indra Sorokaite, a ponteira recém contratada pelo Molico Osasco Caterina Bosetti, e a revelação de 20 anos, destaque no Mundial Juvenil Valentina Diouf. Para sincronizar com as novatas, o técnico não conta com a experiência de Lo Bianco e Piccinini.

Sem resultados de destaque nos torneios preparatórios, a Itália entra, dentre os favoritos, como o menos cotado para o título. Porém, esperasse que esteja entre os seis finalistas.

 

 

 

Relacionadas para a primeira semana:
Levantadoras:
 Signorile e Camera
Opostos:  Diouf, Sorokaite
Pontas: Costagrande, Fiorin, Barcellini e Cate Bosetti
Centrais: Arrighetti, Chirichella e Guiggi
Libero: De Gennaro

Podem Surpreender

Japão

Mesmo com a conquista do Bronze em Londres, o Japão não conseguiu mudar seu status no cenário internacional de time que incomoda, mas que não tem força para ser campeão. Novamente, terá o triunfo de atuar a fase final em casa, e por isso fará da fase de classificação, um laboratório de experiências, principalmente para o entrosamento do time, agora órfão de Takeshita.

China

Também renovadas, as chinesas esperam fazer papel tão bom quanto tem realizado nos mundiais das categorias de base. O resgate do temifo time está agora a cargo de Lang Ping, que resolveu abrir mão dos primeiros torneios para poder conhecer melhor o novo time e treinar muito. Vamos ver se a estratégia funcionou. É candidato a estar na fase final.

Turquia

 

Zebra temida até Londres 2012, o time parece ter perdido status com a chegada de Massimo Barbolini. Os primeiros torneios do ano mostram que o time turco segue tendo jogadoras talentosas, porém, o momento está mais para o técnico conhecer seu novo time, do que do time conhecer como trabalha o novo técnico. Enfim, se chegar a fase final será um grande resultado para a equipe.

Sérvia

A equipe Sérvia voltou a ganhar destaque nos últimos anos e pode ser sim cotada como candidata a fase final. Sem muitas referencias do trabalho feito nessa pré-temporada, o time conta com destaques como Sanja Malaguski, que estará disputando a Superliga pelo Molico Nestlé, e Brankica Mihajlovic, que estará na Unilever. A vantagem que a equipe tem em relação as demais é o fato de não precisarem fazer uma renovação drástica, já que o time era jovem e segue com a mesma base.

Devem apenas fazer figuração

Apesar de terem alguns bons valores individuais e até pequena tradição na competição, Alemanha, Holanda, Cuba, Polônia, Tailândia e República Dominicana entram no torneio com objetivos até certo ponto semelhantes: se prepararem para competições mais importantes, como os campeonatos continentais que classificam para o Mundial e quem sabe, se algum dos candidatos acima bobear, tentar entrar entre os seis finalistas. Dos seis times, o mais preparado parece ser a República Dominicana, que além de não ter sofrido uma renovação, tem uma seleção permanente. E a em pior situação é Cuba, que viu nos últimos meses uma enxurrada de jogadoras abandonando a seleção em prol de uma carreira no exterior.

Para ganhar experiência

Com a ampliação do número de participantes no torneio, também aumentam os times que entram apenas para participar. Argentina, Cazaquistão, Porto Rico, Argélia e até as europeias Bulgária e República Checa são essas equipes. Os europeus tem ainda uma chance de fazer bonito no torneio, mas os demais, se conseguirem uma vitória em um de seus nove jogos, já estarão com a missão cumprida.

Formato:

As 20 equipes estarão divididas em cinco grupos a cada semana. No total, a fase de classificação terá três semanas. Ao final desta etapa, as cinco melhores equipes, independente dos grupos que jogaram, se juntam ao Japão para a fase final.

Na fase final, os seis times jogam todos contra todos e o que fizer mais pontos será o campeão.

Grupos:

Data
Local/Equipes Local/Equipes Local/Equipes Local/Equipes Local/Equipes
Primeira semana:

24 de agosto

Grupo A
Brasil Campinas


Bandeira do Brasil Brasil
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
Bandeira da Polônia Polônia
Bandeira da Rússia Rússia
Grupo B
República Dominicana Santo Domingo


Bandeira da República Dominicana República Dominicana
Bandeira da Sérvia Sérvia
Bandeira de Porto Rico Porto Rico
Bandeira da República Checa República Checa
Grupo C
Turquia Ancara


Bandeira do Japão Japão
Bandeira da Tailândia Tailândia
Bandeira da Turquia Turquia
Bandeira da Argélia Argélia
Grupo D
Macau Macau


Bandeira da China China
Bandeira de Cuba Cuba
Bandeira dos Países Baixos Holanda
Bandeira da Bulgária Bulgária
Grupo E
Itália Montichiari


Bandeira da Itália Itália
Bandeira da Alemanha Alemanha
Bandeira da Argentina Argentina
Bandeira do Cazaquistão Cazaquistão
Segunda semana:

911 de agosto

Grupo F
Sérvia Belgrado


Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
Bandeira da Sérvia Sérvia
Bandeira dos Países Baixos Holanda
Bandeira da Argélia Argélia
Grupo G
Porto Rico San Juan


Bandeira do Brasil Brasil
Bandeira da República Dominicana República Dominicana
Bandeira de Porto Rico Porto Rico
Bandeira da Bulgária Bulgária
Grupo H
Polónia Płock


Bandeira do Japão Japão
Bandeira da Alemanha Alemanha
Bandeira da Polônia Polônia
Bandeira do Cazaquistão Cazaquistão
Grupo I
Hong Kong Hong Kong


Bandeira da China China
Bandeira da Turquia Turquia
Bandeira da Argentina Argentina
Bandeira da República Checa República Checa
Grupo J
Rússia Ecaterimburgo


Bandeira da Rússia Rússia
Bandeira da Itália Itália
Bandeira da Tailândia Tailândia
Bandeira de Cuba Cuba
Terceira semana:

1618 de agosto

Grupo K
Cazaquistão Almaty


Bandeira do Brasil Brasil
Bandeira de Cuba Cuba
Bandeira dos Países Baixos Holanda
Bandeira do Cazaquistão Cazaquistão
Grupo L
Tailândia Bangkok


Bandeira da Rússia Rússia
Bandeira da Tailândia Tailândia
Bandeira da Alemanha Alemanha
Bandeira de Porto Rico Porto Rico
Grupo M
Japão Sendai


Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
Bandeira da República Checa República Checa
Bandeira do Japão Japão
Bandeira da Bulgária Bulgária
Grupo N
República Popular da China Wuhan


Bandeira da China China
Bandeira da Sérvia Sérvia
Bandeira da Polônia Polônia
Bandeira da Argentina Argentina
Grupo O
Taipé Chinesa Kaohsiung


Bandeira da Itália Itália
Bandeira da Turquia Turquia
Bandeira da República Dominicana República Dominicana
Bandeira da Argélia Argélia
Fase final:

28 de agosto1 de setembro
Japão Sapporo

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x