Search
Wednesday 30 September 2020
  • :
  • :

Hermanos, estamos na final

28/10/2011 – O Brasil está na final dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. Os brasileiros venceram a Argentina na noite desta sexta-feira (28.10), de virada, por 3 sets a 1 (26-28, 27-25, 25-22 e 25-15), em 1h22 de partida. Agora, na busca pelo quarto título pan-americano, a equipe verde e amarela espera o resultado do jogo entre Cuba e México, que acontece na sequência, para conhecer o adversário da decisão.
 
 
"); // -->

 

O oposto Walace Souza foi o maior pontuador da partida, com 20 acertos (17 de ataque e três de saque). O ponteiro Thiago Alves também colaborou bem para a vitória, com 13 pontos.

O Brasil está na final com uma campanha invicta. A equipe comandada pelo técnico Rubinho venceu o Canadá, Porto Rico e os Estados Unidos na primeira fase e, com as três vitórias, se classificou para a semifinal com uma rodada de antecipação. Com isso, folgou na rodada de quinta-feira (27.10), assim como Cuba.

Já a Argentina, adversário do Brasil nesta noite, perdeu para Cuba e ganhou do México e da Venezuela na primeira fase do campeonato, e, dos Estados Unidos nas quartas de final.

A seleção brasileira começou o jogo com o levantador Bruno, o oposto Wallace Souza, os centrais Gustavo e Éder, os ponteiros Thiago Alves e Lipe e o líbero Mário Júnior. Entraram Murilo Radke, Wallace Martins e Renato.

O jogo

A Argentina abriu o jogo com vantagem (5/3) e se manteve à frente no primeiro tempo técnico (8/6). Quando os argentinos abriram quatro pontos (11/7), o técnico Rubinho parou o jogo. O time verde e amarelo reagiu, tirou três pontos de diferença, e foi a vez do treinador argentino, Javier Weber, pedir tempo. O Brasil empatou o jogo em 19/19 e, no final do set, em 26/26. Mesmo assim, a Argentina venceu o set por 28/26.

A segunda parcial começou disputada, com o marcador empatado durante todo o início. Depois do primeiro tempo técnico, os brasileiros imprimiram bom ritmo de jogo e, no segundo, abriram fizeram 16/9. Os argentinos regiram e, enquanto o Brasil fez três pontos, o adversário marcou seis vezes: 19/15. A diferença diminuiu ainda mais e com o placar em 21/19, Rubinho pediu tempo. O jogo empatou em 22 pontos e, novamente, em 24. Mas o experiente Gustavo bloqueou e fechou o set a favor do Brasil em 27/25.

Com o jogo empatado em 1 a 1, o equilíbrio também prevaleceu no início do terceiro set (5/5). Com um saque mais colocado, os brasileiros mudaram a tática de jogo e conseguiram abrir vantagem de quatro pontos no meio do set: 15/11. No entanto, demonstrando disposição, os argentinos não deixaram a diferença aumentar e encostaram em 20/19. No final, melhor para o Brasil, que, com erro de saque do time argentino, venceu por 25/22.

A equipe verde e amarela mostrou que estava disposta a fechar a partida no quarto set e logo abriu 3/0. Com boa distribuição de bola do levantador Bruno, o Brasil seguiu bem e ampliou a vantagem para 11/6. O time de Rubinho ditou o ritmo da partida e, no segundo tempo técnico, vencia por 16/8. Com confiança, os jogadores do Brasil não deram chances aos argentinos e venceram o quarto set por 25/15.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x