Search
Sunday 29 November 2020
  • :
  • :

Itália surpreende EUA e vai disputar a 3ª semifinal contra o Brasil em quatro anos

Divulgaçã/FIVB

Equipes já se encontraram nas Olimpíadas de Pequim e no Mundial de Roma, ambas com vitória verde-amarela por 3 a 1

O voleibol está ficando cada vez mais imprevisível. Na tarde desta quarta-feira (08/09), a Itália surpreendeu e eliminou os Estados Unidos, atuais campeões olímpicos, dos Jogos de Londres. Com contundentes 3 sets a 0 (28-26, 25-20 e 25-20), a equipe do técnico Mauro Berruto será novamente a adversária do Brasil numa semifinal olímpica. Em Pequim, as duas equipes disputaram uma vaga na final e o Brasil levou a melhor, vencendo por 3 a 1. Os italianos perderam a disputa do bronze para a Rússia.

Leia mais: ¡Adiós, hermanos! Brasil despacha Argentina por 3 sets a 0

O resultado é ainda mais surpreendente levando em conta que os italianos finalizaram a fase de grupo na quarta colocação da chave A, enquanto os Estados Unidos foram os líderes da B.

Na partida contra os EUA, brilharam os atacantes de ponta e o saque italiano. Cristian Savani e Ivan Zaytsev foram os maiores pontuadores do jogo com 19 e 16 pontos, respectivamente. Savani marcou 14 vezes em ataques (com 48% de eficiência), um de bloqueio e quatro aces; já Zaytsev contribuiu para a equipe com 15 em ações ofensivas (53%) e um ace. No total, o time marcou nove pontos diretos em saques, desestabilizando a sólida recepção norte-americana.

O capitão Clayton Stanley foi quem mais pontuou pelos EUA: 16 acertos, sendo 12 em ataques (42%), três em bloqueios e um ace.

Brasil e Itália revivem semifinal de Pequim e do Mundial de Roma


Com intervalo de exatos dois anos, Brasil e Itália já protagonizaram semifinais importantíssimas no vôlei mundial. Em Pequim, o time brasileiro superou os adversários de virada por 3 sets a 1, parciais de 19-25, 25-18, 25-21 e 25-22. Giba foi o maior pontuador daquele jogo com 17 acertos, seguido de André Heller com 12.

Foto: Matheus Maciel

Foto: Matheus Maciel

Já mais recentemente, no Campeonato Mundial de Roma em 2010, a equipe de Bernardinho repetiu o placar e despachou os italianos, 3 a 1, com parciais de 25-15, 25-22, 23-25 e 25-17, em um Palallotomatica lotado (acima). Leandro Vissotto marcou 24 pontos na partida e foi quem mais anotou no triunfo brasileiro. Dante veio na sequência com 16. O time titular daquela partida foi Bruninho, Vissotto, Dante, Murilo, Rodrigão, Lucão e Serginho, bem similar à equipe de hoje – que conta com Sidão no lugar de Lucão. Já a Itália ainda tinha Valerio Vermiglio como levantador e Alessandro Fei atuando como oposto; as principais mudanças do time de lá pra cá foram a promoção de Dragan Travica à titularidade no levantamento, a definição de Michal Lasko como oposto e Fei como central e o garoto Zaytsev, que tem atuado muito bem no time.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x