Search
Sunday 5 April 2020
  • :
  • :

Itambé/Minas bate Dentil/Praia Clube e conquista o Sul-Americano pela quinta vez

Foto: Raphael Oliveira/FMV

O Itambé/Minas vai novamente para o Mundial de Clubes! Com autoridade e diante da torcida adversária, a equipe de Belo Horizonte conquistou o Sul-Americano pela terceira vez seguida ao bater o Dentil/Praia Clube por 3 sets a 0 (25/22, 27/25 e 25/00), na noite desta sexta-feira (21). A vigésima edição do torneio foi realizada em Uberlândia, no ginásio Sabiazinho, repetindo a decisão do ano passado. Agora, o atual campeão da Superliga volta para Belo Horizonte como pentacampeão.

Com o passe na mão, Macris foi responsável por uma decisiva distribuição, principalmente com a central Thaisa e a ponteira Dobriana Rabadzhieva, além das boas atuações da capitã Carol Gattaz e da oposto Sheilla Castro. Do outro lado, o técnico Paulo Coco tentou diversas formações, mas viu o time da casa vacilar nas retas finais dos sets.

E o título do Minas veio de forma invicta e sem perder nenhum set. Mais detalhes em breve!

O jogo

Na primeira parcial, as anfitriãs começaram melhor e chegaram a abrir cinco pontos de vantagem (3 a 8). Após um pedido de tempo de Nicola Negro, o Minas foi se encontrando no jogo com boas jogadas de Rabadzhieva, Acosta e Thaisa. Com o passe na mão, Macris conduziu a virada com boa distribuição para garantir 1 a 0 com 25 a 22.

Assim como no set anterior, o Praia Clube começou melhor com bons ataques de Martinez. Do outro lado, a ponteira búlgara não deixou o placar ficar distante (3 a 4). Aos poucos, o jogo foi se equilibrando e os times passaram a trocar pontos e, com um ataque para fora de Martinez, o Minas chegou a 12 a 13. Para desafogar, Carol apareceu em jogadas rápidas com Claudinha, mas Acosta seguiu pontuando do outro lado (14 a 16). Com o jogo empatado, Thaisa pontuou no saque (18 a 19). Novamente com Carol, o Praia buscou reação (22 a 21) e chegou ao set point, mas Thaisa virou (24 a 24) e Sheilla virou e Daroit manteve o Praia vivo na parcial, mas Garay errou ataque e viu o jogo compliar com 2 a 0 (27 a 25).

Em busca se seguir sonhando com o título, Paulo Coco apostou em Nicole Fawcett para o terceiro set, deslocando Martinez para a ponta. Repetindo a história, logo o Minas correu atrás do placar (5 a 5). Após ser bloqueada por Gattaz, Fernanda Garay foi para o banco e Daroit foi chamada novamente, mas a vantagem aumentou (10 a 7). Com tudo dando certo, o Minas seguiu no comando (13 a 9). No decorrer da parcial, as estrangeiras do Praia tentaram botar a equipe novamente no jogo, mas não conseguiram amenizar o poderio ofensivo do Minas (12 a 16), especialmente com Thaisa e Rabadzhieva. Com tudo dando certo, o título foi se aproximando com erros do Praia e a partida foi encerrada com Thaisa bloqueando Walewska em 26 a 16 (3 a 0).




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »