Search
Wednesday 28 October 2020
  • :
  • :

Itambé/Minas vira e supera Dentil/Praia Clube

Foto: Orlando Bento/MTC

Diante dos torcedores, o Itambé/Minas começou atrás do placar, mas virou e novamente levou a melhor no clássico diante do Dentil/Praia Clube. Na noite desta terça-feira (10), a equipe de Belo Horizonte fez 3 sets a 1 (23/25, 25/16, 25/18, e 25/16). Como o Sesc RJ também venceu na rodada, Macris e cia. seguiram em terceiro lugar e vão encarar o São Paulo/Barueri nas quartas de final.

Com o primeiro lugar assegurado, o time de Uberlândia optou em poupar a dominicana Brayelin Martinez. Para chegar novamente na semifinal da competição, o adversário será o Curitiba Vôlei na série melhor de três. A programação deve ser divulgada em breve pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV).

E a virada do Minas passou pelas mãos das centrais Thaisa, com 23 pontos, e Carol Gattaz, que protagonizaram grandes jogadas. A entrada de Bruna Honório no lugar de Sheilla também contribuiu para o resultado positivo e novamente recebeu o troféu VivaVôlei. Já pelo Praia, a equipe de Paulo Coco teve bons momentos, mas encontrou grande dificuldade na virada da bola, além de um maior número de erros.

Escalações iniciais

Itambé/Minas: Macris, Sheilla, Acosta, Rabadzhieva, Thaisa, Carol Gattaz e Léia.
Dentil/Praia Clube: Claudinha, Nicole Fawcett, Fernanda Garay, Pri Daroit, Carol, Walewska e Laís

O jogo

Errando menos, o Praia Clube abriu 1 a 5 no primeiro set e Nicola Negro queimou o primeiro pedido de tempo. Mais concentrado, o time da casa empatou (8 a 8). Após recuperar uma bola de segunda da Macris, Carol bloqueou Sheila e a vantagem retornou (9 a 12). A central também bloqueou Rabadzhieva e o Minas utilizou o segundo pedido de tempo. Mais uma vez, o equilíbrio veio com as equipes trocando ponto. Com as mineiras na cola do placar (16 a 17), Paulo Coco parou a partida e Carol veio novamente bloqueando, desta vez Acosta (18 a 20). Do outro lado, Thaisa bloqueou Garay. Após Monique entrar e errar um saque, Sheilla pontuou no fundamento para empatar o jogo (23 e 23). Na volta de um pedido de tempo de Coco, Wal pontuou em uma jogada rápida com Claudinha e Gattaz errou um ataque para o placar apontar 23 a 25 (0 a 1).

No segundo set, o Minas começou com melhor ritmo de jogo (4 a 1) e, com muito volume de jogo, abriu para 9 a 4 com um ataque de Acosta. Neste momento Walewska chamou a responsabilidade para diminuir (9 a 7). Com um triplo em cima de Rabadzhieva, o Praia Clube seguiu em busca de reação (11 a 9), mas Thaisa seguiu virando bolas importantes. Já Carol fechou a porta para Daroit, obrigando Paulo Coco a pedir tempo (15 a 10). Após longo rally, Macris pontuou em nova largada no meio da quadra (16 a 10). Sem reagir, novamente veio um pedido de tempo do Praia (18 a 10). Mesmo promovendo mudanças, como a entrada de Ananda, Michelle e Monique, o Minas administrou a vantagem para empatar o jogo em 1 a 1 com um tranquilo 25 a 16.

Mantida entre as titulares, Bruna marcou os três primeiros pontos do Minas no terceiro set (3 a 2). Substituindo Fawcett, Monique pontuou pelo fundo e Acosta atacou para fora, garantindo vantagem (4 a 5). Em nova jogada rápida, Wal virou  (6 a 8). Após um erro de Garay, o Minas virou a abriu (11 a 8) para Paulo Coco parar o jogo e voltar com Michelle no lugar de Garay. No primeiro lance, ela pontuou no bloqueio, mas Claudinha errou um saque. Repetindo a parcial anterior, as anfitriãs  ampliaram (16 a 11). Apesar do esforço, o Praia continuou errando bolas importantes (19 a 14). Rapidamente, a virada veio com 25 a 18 (2 a 1).

Com as titulares de volta, o Praia veio mais concentrado na quarta parcial, mas o Minas seguiu definindo melhor as bolas (3 a 4). Desta vez, Acosta parou Wal (5 a 3). Atrás do placar, o time visitante contou com uma invasão de Bruna Honório para seguir no jogo (6 a 8). Se redimindo do erro, Wal pontuou no saque e Acosta errou (8 a 9). Com equilíbrio, Garay seguiu buscando melhor desempenho e virou mais um ataque (11 a 12). Do outro lado, Gattaz virou bolas indefensáveis, enquanto Thaisa brilhava no bloqueio (17 a 14). Mais uma vez, o Praia perdeu a chance de encostar com um ataque para e Thaisa parou dois ataques seguidos de Carol (21 a 15). E a central bicampeã olímpica também parou Michelle e Pri Daroit (23 a 15) e logo a vitória foi confirmada com 25 a 16 (3 a 1)

 

 

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x