Search
Monday 21 September 2020
  • :
  • :

Japão vence China e garante semifinal em jogo espetacular

Divulgação/FIVB

Na partida mais emocionante dos Jogos Olímpicos até o momento, Saori Kimura e cia seguem para a semifinal

Depois de 24 anos sem disputar uma semifinal olímpica, elas estão de volta. A seleção japonesa é a primeira a garantir presença na disputa por medalhas nas Olimpíadas de Londres 2012. Num dos jogos mais disputados e emocionantes dos últimos tempos, a equipe liderada por Yukiko Ebata e Saori Kimura garantiu vaga na semifinal ao superar a China por 3 sets a 2, parciais de 28-26, 23-25, 25-23, 23-25 e 18-16.

A última medalha olímpica conquistada pela seleção japonesa foi nos Jogos de Los Angeles, em 1984, com a medalha de bronze. O time chegou à semifinal em Seul 1988, mas não conseguiu vencer e terminou na quarta colocação.

As chinesas dominaram todo o primeiro set e chegaram a abrir 23 a 21 no marcador. Mas Saori Kimura, ponteira japonesa, estava inspirada na parcial e liderou o time na virada, que venceu o set inicial por 28 a 26. Ela marcou 11 pontos somente neste set. A história na parcial seguinte foi parecida com a da primeira, com a China à frente no marcador durante todo o tempo. O time novamente fez 23 a 21, mas desta vez não permitiu a reação japonesa e, com Yimei Wang em um ótimo dia, em sua melhor partida nas Olimpíadas, fechou por 25 a 23 e empatou o jogo.

O terceiro set foi liderado por Yukiko Ebata. Apagada na partida até então, a ponteira fez a diferença durante o terceiro set, dominado pelo Japão, e o time voltou a ficar à frente na partida: 25 a 23 na terceira parcial e 2 sets a 1. Perdendo o jogo, a China voltou bem depois da troca de quadras, chegando a abrir 14 a 9. No entanto, na segunda para técnica, o Japão encostou (16-15) e virou (18-19) o jogo, com a dupla Kimura e Ebata imparável no ataque. A ponteira Ruoqi Hui, eficiente durante toda a partida, fez a diferença no fim, a China venceu por 25 a 23 e forçou a decisão no tie break.

O quinto e mais importante set para China e Japão nas Olimpíadas de Londres começou muito equilibrado. A China tinha uma pequena vantagem (3-2), logo tirada pelo Japão (3-4). Sem querer arriscar, o técnico chinês Yu Juemin parou o jogo. E ele estava certo: as japonesas seguiram na frente do placar e mudaram de quadra com dois pontos de vantagem (6-8). Na volta, a China conseguiu empatar e virar o jogo com Wang (9-8): tempo japonês. Com a ajuda de dois erros japonesas, as chinesas abriram 11 a 9 e o técnico nipônico Masayoshi Manabe parou a partida novamente. A parada surtiu efeito, o Japão empatou em 11 e foi a vez de Juemin gastar seu segundo tempo técnico. Os times seguiram empatadas até o 16º ponto, num final de partida eletrizante. Brilhou a estrela do comandante japonês e da jogadora Nakamichi, que entrou para sacar e forçou o erro de Hui na recepção: 18 a 16, 3 sets a 2 para o Japão e semifinal garantida.

Divulgação/FIVB

Divulgação/FIVB

Ebata e Kimura fazem a diferença

A histórica classificação do Japão para as semifinais das Olimpíadas de Londres passa por duas jogadoras: Yukiko Ebata e Saori Kimura. Juntas, as atletas marcaram na partida 66 pontos, 33 cada uma, e foram fundamentais nas pretensões do time em sonhar novamente com o pódio olímpico. Ebata marcou 31 pontos ataques, com 46% de eficiência, já Kimura marcou 32, com 44% de aproveitamento. As centrais Ai Otomo e a capitã Erika Araki contribuíram no bloqueio com três acertos cada.

Pela China, Ruoqi foi a maior pontuadora com 26 acertos, sendo 25 deles em ataques (40%). Yimei Wang contribuiu com 22, sendo 21 em ataques (43%).

O Japão terminou a fase classificatória das Olimpíadas na terceira colocação do grupo A, com 9 pontos. Já a China ficou em segundo do grupo B, também 9. Após sorteio, os dois times foram colocamos como adversários nas quartas de final da competição.

Aguarde mais detalhes da partida

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x