Search
Monday 21 September 2020
  • :
  • :

Jaque viaja e deve estrear pelo Camponesa/Minas neste sábado

Divulgação/CBV

Jaque admite não estar na forma ideal, mas promete máximo esforço

Com cinco derrotas em cinco jogos disputados até o momento, o Camponesa/Minas deve usar força máxima para iniciar a recuperação na edição 2014/2015 da Superliga feminina de vôlei. Diante do São José, a partir das 16 horas (horário de Brasília) deste sábado (29), a ponteira Jaqueline tem tudo para atuar pela primeira vez no clube de Belo Horizonte.

A atacante, que já vinha treinando normalmente, viajou com o restante do grupo e até fez um vídeo da concentração na noite desta sexta (28). “Já estou aqui em São José, super feliz e contente por meu retorno. Amanhã, vai ser minha estreia e conto muito com a torcida de todos vocês”, afirmou.

A própria atleta, porém, admite que está longe da condição ideal, já que não participa de uma partida de vôlei desde 12 de outubro, quando o Brasil bateu a Itália para ficar com o bronze no Mundial feminino.

“Estou um pouco ansiosa e um pouco preocupada, porque não vou corresponder da maneira que eu corresponderia se eu tivesse com um físico muito bom. Mas, no que puder ajudar, estarei pronta”, afirmou.

Disputando sua primeira Superliga, o São José tem um resultado positivo, três negativos e aparece em oitavo lugar na tabela de classificação, com três pontos, dois a mais que o Minas, 12º colocado.

O treinador do São José dos Campos, Washington Araújo, espera uma partida difícil, mas acredita em um bom desempenho do time do Vale do Paraíba.

“É um duelo complicado. A Camponesa/Minas, apesar de ainda não ter vencido, tem uma equipe muito boa, com duas centrais experientes e de qualidade (Walewska e Carol Gattaz). Elas ainda têm a possibilidade da estreia da Jaqueline, que é um grande reforço. Temos que aproveitar o fato de jogar em casa e diante da nossa torcida para fazermos uma boa apresentação”, afirmou.

Técnico do Minas, Marco Queiroga quer ver uma evolução do seu grupo e aponta as qualidades do jovem time da casa. “É uma equipe nova, motivada e com uma vitória na competição, sobre o Maranhão/Cemar (MA). É um time com um trabalho coletivo muito bom, gosta de sacar muito forte e joga em velocidade. Por isso, temos que segurar essas qualidades delas. Precisamos ainda diminuir a velocidade no jogo, ter concentração no saque e ter boa percepção para que as nossas ações de ataque estejam ótimas no momento do jogo”, explicou.

Também neste sábado, o Maranhão/Cemar enfrentará o Rio do Sul/Equibrasil, às 18h, no Castelinho, em São Luis (MA).




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x