Search
Thursday 27 February 2020
  • :
  • :

Jaqueline e Zé Roberto falam sobre pré-temporada

Atleta estreará como líbero. (Foto: Divulgação)

A seleção brasileira feminina de vôlei já está em preparação para a disputa da Liga das Nações. Depois de duas semanas de trabalho no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ), a equipe do treinador José Roberto Guimarães começou a treinar na última segunda-feira (30.04) no Sportville Centro de Treinamento, em Barueri (SP). O time verde e amarelo jogará a primeira etapa da competição nos dias 15, 16 e 17 de maio, no ginásio José Correa, em Barueri (SP), contra, respectivamente, Alemanha, Japão e Sérvia.

O grupo brasileiro é formando pelas levantadoras Roberta, Macris e Dani Lins, as opostas Tandara e Monique, as ponteiras Gabi, Rosamaria, Drussyla, Amanda e Natália, as centrais Carol, Bia, Adenízia, Mara e Thaisa e as líberos Suelen, Jaqueline e Gabi Guimarães.

O treinador José Roberto Guimarães comentou sobre o momento atual da preparação do time verde e amarelo.

“O grupo do ano passado mostrou muita energia, dedicação e volume de jogo. É uma equipe se relaciona bem e esperamos manter isso nesse ano que é muito importante pelo Mundial. Podemos brigar de igual para igual contra qualquer seleção do mundo, mas para isso temos que nos preparar muito bem. Essas jogadoras só vão ter folga depois da Liga das Nações. Esperamos uma boa participação em todas as competições desse ano”, disse José Roberto Guimarães, que ainda falou da expectativa para Liga das Nações.

“Jogar em casa no início da preparação é muito importante. Tenho certeza que a torcida vai estar no ginásio e nos ajudará bastante. Queremos sair do Brasil com três vitórias, o que nos ajudará bastante na classificação para fase final. Nesse momento buscamos jogar o maior número de jogos. Isso dará mais experiência ao nosso time e vamos entender mais como as outras equipes estão funcionando. Essa competição será uma boa preparação para o Mundial”, apostou José Roberto Guimarães.

Jaque líbero

Uma das novidades na equipe brasileira para a temporada 2018 é o retorno da bicampeã olímpica Jaqueline que volta a defender o time verde e amarelo em uma nova função, a posição de líbero. A jogadora mostrou muito otimismo com o novo momento na carreira e falou da coincidência da mudança de posição com o medalhista olímpico e seu marido, Murilo.

“Ainda é tudo muito recente e estou me adaptando. Não foi uma decisão pelo Murilo ter virado líbero, mas sempre tivemos uma função parecida dentro de quadra na seleção e nos clubes. Sempre fomos ponteiros passadores com responsabilidades similares. A mudança acabou sendo algo natural. Espero conseguir alcançar um bom nível nessa posição e estou muito motivada”, explicou Jaqueline.

Temporada 2018

O primeiro desafio da seleção brasileira feminina de vôlei nessa temporada será a Liga das Nações. A competição acontecerá pela primeira vez em 2018, substituindo o Grand Prix, onde o Brasil é o maior vencedor, com 12 títulos, e atual campeão. Agora, com novo nome e formato, a competição terá 16 equipes na disputa pelo título.

A seleção brasileira disputará a primeira etapa da competição em Barueri (SP), no Brasil, entre os dias 15 e 17 de maio, e depois seguirá para Ancara, na Turquia, para a disputa da segunda etapa.

Depois desta competição, a seleção feminina disputará outras três competições em 2018: Copa Pan-Americana entre os dias 6 e 15 de julho, Montreux Volley Masters, entre os dias 4 e 9 de setembro, além do Campeonato Mundial de 29 de setembro a 20 de outubro.




24
Deixe um comentário

avatar
7 Comment threads
17 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
15 Comment authors
Luiz AlbertofabianoDaniLÍNGUA VENENOWSKITITANIC 100 ANOS Recent comment authors
  Subscribe  
o mais novo mais velho mais votado
Auto Notificar:
fabiano
Visitante
fabiano

Toda seleção antes de se tornar grande, passa por um período ruim, geralmente dois anos, porque é o período que se reformula a equipe, pega a base alta e jovem, e os frutos virão com o investimento nos treinamentos. Todas as seleçoes do mundo fazem isso, e a China é a prova maior. O problema é que o ze roberto não quer as jogadoras acima de 1.95 da base. Ele quer as baixas e com idade já pra fim de carreira. Não houve renovação na seleção. E nem haverá, porque brasileiro gosta de resultado imediato, e não é assim que… Ler mais »

fabiano
Visitante
fabiano

E só pra completar, torço demais pra seleção ser campeã mundial, torço pra que dê tudo certo. O cenário mundial é favorável em partes. Rússia, Itália, Japão e turquia, passam por processo total de renovação. Existsm três seleções prontas: China, EUA e Sérvia. O Brasil, entra entre os quatro. Pode surpreender dependendo de grupos e cruzamentos. Grand prix será só treinamento, ninguém quer contusões, o foco é o mundial. Na minha opinião a semi final ideal seria servia x brasil e eua x china. A servia é uma grande seleção de talentos individuais, o grupo em si não é muito… Ler mais »

TITANIC 100 ANOS
Visitante
TITANIC 100 ANOS

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK BRIGAR DE IGUAL PRA IGUAL??? COMPAREMOS AS DISCREPANCIAS ……ZHU VERSUS GABIZINHA KKKKKKKKKKKKKKK E TOCONIQUE VERSUS BOSKOVIC KKKKKKKKKKKKKKKK JACABERTA VERSUS ALISHA GLASS KKKKKKKKKKKKK BIA VERSUS AKIRANDEWO KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK PIADA DO SÉCULO KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Luiz Alberto
Visitante
Luiz Alberto

O Brasil realmente não está com o seu melhor time, eu vou torcer mas não acredito que irá conquistar algum título este ano com estas jogadoras, mas caro amigo Titanic 100 Anos, exceto a ZHU que é da China que o Brasil perdeu as 02 partidas no ano passado, sendo que a ultima pela copa do mundo poderíamos ter ganho no 5ª set, e contra a Servia da Boskovic no Grand Pri foi 01 vitória para cada, e ganhamos delas na semifinal por 3 sets a 1 lembra ! e contra as Americanas de Alisha Glass, Akirandewo e Cia, ganhamos… Ler mais »

Brigar d IGUAL pra IGUAL????
Visitante
Brigar d IGUAL pra IGUAL????

mentira q com a China não tem nda d igual não

convocando jogadoras fora d forma pra jogo qndo poderia podar e preparar os ALTOS e promissores talentos da BASE…insistindo nos medalhoes, típico d ZRG

e uma GRANDE sacanagem Suelen, Amanda, Mara e Rosamaria estarem a[i e BRUNA HONÓRIO não, ela tá sendo muito sacaneada pq merece mais q tds essas estar na seleção

paciencia, neh…

duca_ff
Visitante
duca_ff

“Podemos brigar de igual para igual contra qualquer seleção do mundo”… Oi????… Que sonho hein Zé???

manu
Visitante
manu

Se mudou a jaque para libero, por que não muda rosamaria pra oposta?

Nazaré Tedesco
Visitante
Nazaré Tedesco

Mesmo como oposta, Rosa não é considerada uma “bola de segurança”, ainda comete erros muito juvenis e por isso toma muitos bloqueios, precisa evoluir muito.

TITANIC 100 ANOS
Visitante
TITANIC 100 ANOS

NAZA GOSTTTTTTTTTTTTTTTOOOOOOOOOOOOSAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

Nazaré Tedesco
Visitante
Nazaré Tedesco

Oi maaravilhaaaaaa, saudades de quando causávamos no blog da brunova volochova kkkkkkkkkk mas nossas análises, sempre as melhores kkkkkk

LÍNGUA VENENOWSKI
Visitante
LÍNGUA VENENOWSKI

ESSA PIRUA RESSUSCITOU? AAAAAAAFFFFFFFFFFFFFFFFFF NEM O INFERNO QUER ELA KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK AAAAAAAAAAAAAAFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF

Nazaré Tedesco
Visitante
Nazaré Tedesco

Meu beeeemm, eu nunca morri, tô vivíssimaaaa e sempre atenta, para desespero das inimigas.

Zzzzzzzz
Visitante
Zzzzzzzz

Simplesmente porque Rosamaria é uma jogadora fraca, de ataque limitado e de baixa impulsão. Zé quer torná-la uma nova Mari, mas Mari era fenômeno, Rosa é apenas mídia.

Alex
Visitante
Alex

Infelizmente Mari deve ter desistido totalmente de voltar a jogar, assistindo os jogos delas, era uma baita jogadora..

Luiz Alberto
Visitante
Luiz Alberto

Que conversa deste Zzzzzzzz, é claro que a Rosamaria não é nenhum fenômeno, mas dizer que só tem mídia é achar que a comissão técnica e todos os que gostam do volei da Rosa não entende nada, neste caso deve ser o contrario.

Mantronix
Visitante
Mantronix

Kd a Tiffany??

Diego bornia
Visitante
Diego bornia

Cadê a Bruna Honório nessa lista?
Daqui pouco o Ze Roberto convoca a Sheila grávida de gêmeos… kkkk

Alysson
Visitante
Alysson

Quatro jogadoras da lista sem condições de jogo e com poucos meses para adquirir ritmo e entrosamento até o mundial. Típico… Mas… Ansioso por ver a Jaque de líbero. Apesar de achar que ZR adora testes desnecessários e ficar mudando jogadora de posição, talvez essa em específico valha a pena investir. Afinal, Jaque é dona de passe e fundo de quadra de causar inveja a TODAS as ponteiras e “ponteiras” brasileiras que atuaram no mínimo do período de 2010 pra cá. Fundamentos estes que parecem piorar cada vez mais. Mesmo errando ocasionalmente um passe ou outro, raramente os dela são… Ler mais »

Alex
Visitante
Alex

Realmente, ela é uma das melhores do mundo, mais fará falta como ponteira. Acho que se deu mais pelo fato de nos play-offs ela ter sentido dores e tal, e mesmo assim, foi a maior pontuadora do Barueri. Eu gostaria de ver ela ainda como ponteira…Mas também torço pelo sucesso dela, tão quão o seu esposo está tendo…

Nazaré Tedesco
Visitante
Nazaré Tedesco

Na verdade a própria Jaque sabe que o ataque dela não tem mais a explosão exigida perante as outras grandes seleções (vai fazer 34), ela mesmo reconheceu isso em entrevista, como ela quer continuar servindo a seleção, optou por esse desafio em ser líbero. Além disso, ela fica como um coringa, pois se o Brasil vier a jogar com uma equipe que saca mto bem, ela pode entrar como ponteira, parecido com o que zé fez uma vez como Fabi e Brait, onde Brait entrava as vezes pra passar.

Alex
Visitante
Alex

Mais ponteira tem que atacar…ou não? É permitido uma líbero virar ponteira?

Nazaré Tedesco
Visitante
Nazaré Tedesco

Depende do regulamento de cada competição, a única que eu sei que não pode é na olimpíada.
Mundial pode, lembram quando Bernardinho colocou o Théo de levantador contra a Bulgária no mundial de 2010 ?Inclusive foi muito criticado por isso.

Herick
Visitante
Herick

um desastre optar pela Monique em lugar da Bruna Honório. na realidade, com a quantidade de ponteiras passadoras saindo de lesões (e outras saindo de uma superliga ruim), não seria má ideia ter trazido as duas. a Monique, caso necessário, faria um bom papel como ponteira, imagino (já que as bolinhas sem potência dela tem nada da segurança de uma oposta).

Dani
Visitante
Dani

Bruna Honório está com a seleção militar do Brasil, por isso ela não se encontra presente nessa lista.
Tiffany não poderá pois o COI está reformulando as regras e normais para as atletas trans disputarem uma competição.
Para brigar de igual com equipes como China, Servia, Italia e EUA precisaremos de jogadores como Fabiana Claudino, Fernanda Garay, Fabiola, Camila Brait ou Fabizinha (seria meu sonho) ai sim seria uma seleção a altura das outras com total condições de buscar o titulo inédito.

Translate »