Search
Saturday 5 December 2020
  • :
  • :

Jornalista mostra dossiê em que ex-dirigentes da CBV recebiam privilégios em negociações

Um dos jornalistas esportivos mais respeitados e premiados por suas posições firmes e críticas aos dirigentes esportivos, Lúcio de Castro, da ESPN, revelou em matéria no site da emissora um dossiê em que ex-dirigentes da CBV tinham privilégios em negócios da entidade.

O jornalista teve acesso a documentos que mostram que a empresa do ex-supervisor da entidade entre 1997 e 2000, e que agora está de volta, Marcos Antonio Pina, recebia privilégios da CBV.

Na matéria, ele destaca a SMP Consultoria Esportiva e Representações LTDA, cujo 99% das ações pertence a Pina, foi criada de modo que recebesse da entidade verba para realizar, entre outros serviços, a organização de etapas do mundial de vôlei de praia e de competições indoor, além de criar o site VoleiBrasil, no período entre 2001 e 2011. 

As informações foram obtidas junto ao Tribunal de Contas da União e o jornalista ainda completa, informando que há uma investigação na justiça do Rio contra o que se chama de modus operandi.

Em sua matéria, Lúcio tentou contato com a CBV, que através de sua assessoria negou que Pina tinha vinculo empregatício com a entidade no período que sua empresa prestou serviços a CBV.

Abaixo, segue o link para o acesso na íntegra da matéria públicada por Lúcio de Castro na ESPN. Filho do grande jornalista Marcos de Castro, Lúcio tem em seu currículo diversos prêmios com matérias sobre os bastidores obscuros do esporte. O mais recente deles, em 2013, foi com a série  Memórias do Chumbo – o futebol nos tempos do Condor, falando sobre a influência da ditadura no futebol.

Matéria de Lúcio de Castro na ESPN




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x