Search
Thursday 22 October 2020
  • :
  • :

José Roberto Guimarães leva o Prêmio Brasil Olímpico 2013 como melhor técnico

Foto: FIVB

O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) anunciou nesta terça-feira (26/11) que o técnico José Roberto Guimarães, comandante da seleção brasileira feminina de vôlei, faturou pelo segundo ano consecutivo o Prêmio Brasil Olímpico, principal premiação do esporte nacional, como melhor técnico da categoria “esportes coletivos”. É a terceira vez que o treinador conquista o prêmio.

Zé Roberto, único brasileiro tricampeão olímpico, teve um ano recheado de conquistas. Além da BCV Cup, em Montreux, a Copa de Alassio (SUI), o Grand Prix e o Sul-Americano, ele obteve seu mais recente triunfo no Japão, onde a seleção conquistou pela segunda vez a Copa dos Campeões, torneio que reuniu as melhores seleções de cada continente. Assim, o Brasil conquistou todas as cinco competições internacionais que disputou em 2013.

“Minha reação ao receber a notícia do prêmio foi de felicidade plena. É uma grande honra novamente ser escolhido pelo COB o melhor técnico de esporte coletivo. A primeira coisa que eu fiz foi reunir toda comissão técnica que trabalha comigo e agradecer a todos eles, porque sem eles nada disso estaria acontecendo. Cada um deles tem uma parcela muito grande nessa escolha. E todas as jogadoras que trabalharam comigo. Dedico a todos eles esse prêmio. Fiquei emocionado e tive a oportunidade de agradecer a cada um deles e abraçá-los por tudo que aconteceu com a seleção feminina esse ano”, afirmou José Roberto Guimarães em entrevista ao COB.

Mais do que a conquista das taças, a equipe comandada pelo ex-levantador teve um desempenho impressionante nesta temporada, quando disputou 36 partidas e saiu derrotada em apenas uma. O técnico atribuiu ao conjunto os números extremamente positivos.

“Foi um ano maravilhoso, inesquecível. Construir um ano assim é muito difícil. Tivemos campanhas extremamente importantes. Foi uma grande experiência, muito bem aproveitada em todos os torneios. Aprendemos muito. Jogadores ganham jogos, equipes ganham campeonatos. Foi exatamente isso o que aconteceu. Ganhamos como equipe e vivemos um ano lindo como equipe”, destacou José Roberto.

Para 2014, a seleção buscará a primeira medalha de ouro no Campeonato Mundial sob a batuta do treinador, que ficou com o vice em 2006 e 2010, ambas as vezes no Japão. Mas tudo isso pensando nos Jogos Olímpicos de 2016, no Brasil.

“Projeto sempre que o próximo ano será mais difícil. Hoje, estamos no rol das equipes a serem batidas. Por isso, temos que manter a mesma concentração, a mesma responsabilidade. O que eu persigo a cada dia são os Jogos Olímpicos de 2016. Esse é o nosso grande objetivo. Aprender sempre é o nosso objetivo principal. Teremos campeonatos importantes em 2014 e precisamos continuar aprendendo, nossas jogadoras têm que continuar evoluindo, para formarmos uma base para 2016. Eu acredito muito em preparação. A cada dia temos que ganhar um pouquinho, aprender um pouquinho. Temos que estar muito ligados nisso o tempo todo”, afirmou.

Por fim, dez anos depois de estrear na área técnica da seleção feminina, em 2003, Zé Roberto lista suas características mais marcantes e as que o fizeram achar a melhor forma de lidar com suas comandadas.

“Procuro ser muito simples nas minhas coisas, procuro ser muito objetivo, prático e ao mesmo tempo procuro entender o quanto emocional é esse mundo feminino. E procuro me adequar a ele e entender as dificuldades, principalmente nos momentos mais críticos. Procuro aprender sempre com elas”, finalizou.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x