Search
Monday 30 November 2020
  • :
  • :

Kappesberg Canoas e Vivo/Minas disputam posição neste sábado

Foto: Alexandre Arruda/CBV

Bem próximos na tabela de classificação da Superliga masculina de vôlei 13/14, com apenas dois pontos de diferença entre um e outro, Vivo/Minas (MG), quinto colocado, com 23 pontos, e Kappesberg Canoas (RS), sexto, com 25, se enfrentam neste sábado (11.01), às 21h30, pela quarta rodada do segundo turno da competição. O confronto acontecerá no ginásio La Salle, em Canoas (RS).

Além da proximidade na classificação, as equipes têm outra disputa em quadra, com os centrais Thiago Rey, o Salsa, do time gaúcho, e Henrique, da equipe mineira. Os dois estão colados na estatística de bloqueio. Henrique é o quinto nessa lista, com 25.53% de sucesso no fundamento, enquanto Salsa é o sexto, com 23.58%.

O experiente central do Vivo/Minas vive um momento especial. Faltando apenas 16 para chegar a importante marca de 800 pontos de bloqueio e, automaticamente, alcançar um número inédito na Superliga, Henrique não esconde uma certa expectativa pelas próximas partidas.

“Bloqueio é um fundamento que eu tenho um carinho especial e que exige uma dedicação ainda maior de minha parte nos treinamentos. Curioso que, apesar desses números, escuto algumas pessoas falando que eu bloqueio mal e isso serve como um combustível para mim. Este é um fundamento difícil, que exige muita concentração para observar o levantador e sensibilidade para ver qual atacante adversário está mais confiante naquele momento”, disse Henrique, de 35 anos.

Henrique sabe que seu time enfrentará dificuldades em Canoas. “Esse é um jogo muito importante, precisamos ganhar, mas estamos conscientes que não vai ser fácil. O púbico de Canoas é apaixonado pelo vôlei e vamos ter que jogar contra eles e a torcida. Então, temos que aumentar ainda mais a concentração para não permitir que os torcedores nos atrapalhem”, explicou o central do Vivo/Minas.

Para Salsa, de 31 anos, os números não chegam a ser um objetivo. Neste momento, o mais importante para o central é a vitória do Kappesberg Canoas neste sábado. Se o time do Minas espera por dificuldade, a perspectiva é a mesma pelo lado do time gaúcho.

“Enfrentaremos o time do Marcelinho e acho que conseguir marcá-lo vai ser a maior dificuldade que vamos enfrentar. Ele está em uma fase ótima, jogando muito bem e dificulta mesmo a vida do bloqueador. É complicado fazer a leitura de jogo dele”, disse o central.

Salsa ainda elogiou o central Henrique, adversário deste sábado, que se aproxima da marca de 800 pontos de bloqueio na história da Superliga.

“O Henrique sempre foi uma referência. Sempre admirei muito a velocidade com que ele chega na bola. Além dele, sempre tive grandes instrutores no bloqueio e, desde que cheguei ao Kappesberg Canoas, aprendi muito com o Paulão e o Gustavo. Observo muito os movimentos do Gustavo e também o que ele fala. Tudo isso me ajuda muito”, concluiu Salsa.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x