Search
Tuesday 20 October 2020
  • :
  • :

Largada com vitória para líderes do ranking e para uma dupla estreante em Moscou

Foto: FIVB

No dia de abertura do torneio masculino do Grand Slam de Moscou (RUS) do Circuito Mundial, vitória apenas para os atuais líderes do ranking e para uma das duplas estreantes na seleção. Nesta quinta-feira (22.08), Bruno Schmidt/Pedro Solberg e Emanuel/Evandro largaram bem nas areias russas, enquanto Ricardo/Álvaro Filho e Alison/Vitor Felipe começaram com derrota. Detalhe: todos os jogos foram decididos no tie break.

Mas nem mesmo os líderes do ranking tiveram facilidade na estreia. Pelo Grupo B, contra uma das duplas da casa, formada por Barsouk e Bogatov, Bruno Schmidt e Pedro Solberg foram obrigados a mostrar tudo o que sabem para vencer, de virada, depois de perderem o primeiro set por 21-14. Empataram com um 21-16 e viraram com um 15-12. Nesta sexta-feira (23/08), fecham a participação na primeira fase contra os tchecos Robert Kufa e Hadrava e, em seguida, contra Sidorenko/Dyachenko, do Cazaquistão.

Pelo Grupo H, parecia que a estreia da dupla Emanuel/Evandro, reunida pela primeira vez pela técnica Letícia Pessoa, seria desastrosa. Ainda com pouco entrosamento, eles perderam o primeiro set para os espanhóis Marcos e García por 21-11. O resultado elástico, porém, não foi o suficiente para abatê-los, que viraram a partida em dois sets bastante disputados e equilibrados: 22-20 e 16-14. Nesta sexta, tentam buscar a vaga direta para as oitavas de final contra Stiekema/Varenhorst (HOL) e Bykanov/Koshkarev (RUS) – apenas o líder de cada grupo se garante automaticamente, com segundo e terceiro lugares tendo que encarar uma segunda fase eliminatória.

A outra dupla testada pela primeira fez na seleção fez um jogo igual contra os canadenses Hatch e Redmann, mas o desfecho não foi o esperado. Depois de serem derrotados no detalhe no primeiro set (21-19), Alison e Vitor Felipe conseguiram se impôr no segundo, vencendo com tranquilidade por 21-14, mas foram superados no tie break por 15-12. A recuperação nesta sexta, na luta para avançar na competição, será contra os venezuelanos Hernandez e Fañe e, depois, contra os italianos Lupo e Nicolai.

A outra derrota brasileira aconteceu numa das partidas mais equilibradas do dia em Moscou. Pelo Grupo D, Ricardo e Álvaro Filho acabaram derrotados pelos austríacos Huber e Seidl por 2 a 1, parciais de 21-19, 19-21 e 15-13. Ainda assim, têm totais condições de terminar em primeiro lugar da chave. Ainda terão pela frente os noruegueses Horrem e Eithun e os russos Goncharov e Prokopiev. Os jogos desta sexta começam à 1h30 (horário de Brasília), já que a capital russa tem um fuso de sete horas a mais em relação ao Brasil.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x