Search
Tuesday 27 October 2020
  • :
  • :

Leandro Vissotto minimiza arritmia em jogo na Rússia e garante que está bem

Foto: Divulgação

Leandro Vissotto minimizou o incidente ocorrido no jogo em que sua equipe, o Ural Ufa, venceu o Grozny por 3 sets a 2, em partida disputada na noite desta quarta-feira, na cidade de Ufa, pelo Campeonato Russo de Vôlei. O oposto afirmou que tudo não passou de um susto e as informações que chegaram ao Brasil foram exageradas.

 
“Eu estava muito bem no jogo e havia feito 14 pontos só no primeiro set. No final da primeira parcial (vencida pelos visitantes por 37 a 35), senti uma arritmia e coloquei a mão no pescoço para verificar os batimentos do coração. Por precaução, saí do jogo e fui para o vestiário”, detalhou.

 
O oposto de 29 anos de idade e 2,12 metros retificou a informação de que teria sido levado a uma clínica. “O ginásio onde o Ural joga é bem equipado e fiz um eletrocardiograma lá mesmo. Não precisei ser levado para nenhuma clínica. Minutos depois eu já estava bem, tanto que assisti o restante do jogo e fui embora sem nenhum problema”, acrescentou.

 
Assim que chegou a sua casa em Ufa, Vissotto entrou em contato com o médico que comandou o cateterismo a que foi submetido, em abril do ano passado, no Rio de Janeiro. “O Dr Jacob Atie pediu detalhes do ocorrido e disse que essa situação pode acontecer, mas me tranquilizou, afirmando que vou poder seguir jogando normalmente”.

 
O oposto da seleção brasileira ressaltou que, no episódio de ontem, notou uma grande diferença em relação a uma ocorrência anterior ao cateterismo. “Lembro que, em uma situação parecida, antes da cirurgia, cheguei a ficar umas três horas com arritmia. Ontem (quarta-feira), uns cinco minutos depois que deixei a quadra já estava completamente normal. Só não voltei ao jogo mesmo por precaução”, afirmou.

 
Para mostrar que já retomou sua rotina, Vissotto treinou normalmente na manhã desta quinta-feira e, no período da tarde, passou o tempo livre jogando vídeo game. “Entrei na internet agora há pouco e vi diversos e-mails e mensagens nas redes sociais de familiares, amigos, jornalistas e fãs perguntando como eu estava. Quero agradecer a todos pelo carinho e reafirmar que estou muito bem e ainda vou jogar muito aqui pelo Ural Ufa e pela seleção”, finalizou o campeão mundial em 2010 e medalha de prata nas Olimpíadas de Londres, em 2012. 

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x