Search
Friday 27 November 2020
  • :
  • :

Líder Unilever reencontra a torcida no ginásio do Tijuca contra o Mackenzie

 06/02/12 – Após conquistar três vitórias seguidas em São Paulo (contra o Sollys/Nestlé, Sesi e São Caetano), a Unilever voltará a se apresentar para a sua torcida. Nesta terça-feira (7/2), às 18h, o time do técnico Bernardinho terá pela frente o mineiro Mackenzie/Cia do Terno. A disputa, válida pela terceira rodada do segundo turno da Superliga 2011/12, será no ginásio do Tijuca Tênis Clube.


Líder da competição com 35 pontos, a Unilever tentará manter a invencibilidade dos últimos 12 jogos (perdeu apenas para o Sesi-SP, na estreia). O Mackenzie, por sua vez, está na sétima posição com 17 pontos, somando seis vitórias e sete derrotas. No primeiro confronto entre os dois times, no turno, a equipe carioca venceu por 3 a 0, em Belo Horizonte. Além de liderar as estatísticas da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) no ataque, a Unilever está em segundo nos fundamentos de bloqueio, defesa e levantamento entre os 12 times participantes da Superliga A meio-de-rede Juciely foi a melhor atacante da última rodada.

Para o técnico Bernardinho, o resultado positivo contra o Mackenzie na primeira fase não significa que a Unilever terá tranqüilidade jogando em casa.

"O Mackenzie conta com boas atacantes de ponta e uma jovem levantadora promissora. É sempre um time perigoso, que saca bem", alerta. "A Unilever evoluiu durante o turno. Mas, após essa recente sequência de jogos e viagens, a equipe sentiu o cansaço. Tivemos dois dias de folga e iniciamos novamente o trabalho neste domingo (5/2), já visando ao confronto contra o Mackenzie. Não dá para parar de trabalhar", comenta o treinador.

A oposoa mineira Sheilla, principal pontuadora da Unilever com 177 pontos e terceira melhor atacante da competição, iniciou sua carreira no Mackenzie, pelo qual tornou-se federada em 1997, e lembra que o clube sempre forma grandes atletas. "Temos aqui na Unilever quatro jogadoras que passaram por lá. Além de mim, as meios-de-rede Mara e Carol e a oposta Jú Nogueira também jogaram no Mackenzie. É uma equipe tradicional no cenário do vôlei brasileiro. No primeiro jogo, vencemos com parciais bem apertadas. É preciso ter cuidado", diz.

Reservas poderosas

A força do time da Unilever vai além de suas jogadoras titulares, o que vem sendo comprovado ao longo da Superliga. A levantadora Roberta segue os passos da capitã Fernanda Venturini, primeira na defesa e no levantamento, e sempre tem a oportunidade de entrar em quadra. A meio-de-rede Carol, substituta da campeã olímpica Valeskinha na última partida contra o São Caetano, também serve de exemplo. Carol marcou 11 pontos no jogo em que teve a responsabilidade de atuar desde o primeiro set, devido a uma tendinite no joelho direito de Valeskinha, que foi poupada pela comissão técnica.

"A vontade de estar lá dentro e ajudar o time fala mais alto nessas horas. Elas (as titulares) nos incentivam muito, dizem para entrar sem medo. Tenho enorme orgulho de trabalhar com a Valeskinha, a Juciely, a Mara, companheiras de posição, e saber que sou importante no treinamento delas e das demais jogadoras", comenta.

Valeskinha, por sua vez, aplaude o desempenho de Carol. "Os treinos estão muito fortes. Elas, as reservas, nos imprimem enorme dificuldade o tempo inteiro, não nos dão moleza. É natural que em uma situação de necessidade estejam prontas para entrar no jogo e ter uma boa atuação".

A ponteira Amanda, dona de um saque poderoso, é outra reserva sempre acionada pelo técnico Bernardinho. Mesmo com uma fratura no dedo mindinho da mão esquerda, a jogadora entrou para sacar. "A fratura não me permite bloquear, mas consigo sacar sem qualquer problema. A Unilever tem um histórico de preparar bem as reservas, que imprimem um ritmo forte durante os treinamentos", acrescenta.

Para a partida contra o Mackenzie, os ingressos custarão R$ 5,00 (inteira/arquibanca) e R$ 2,50 (meia/arquibancada) e R$10,00 (inteira/cadeira) e R$ 5,00 (meia/cadeira). A bilheteria do Tijuca será aberta às 16 horas, duas horas antes do início da partida. Os torcedores que apresentarem o cartão pré-pago do Metrô, válido e com créditos, terão entrada franca.
 



Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x