Search
Thursday 23 January 2020
  • :
  • :

Liga das Nações: Com reservas, Brasil é superado pelos Estados Unidos

Tainara encara bloqueio de Dixon. (Foto: FIVB)

Com o Brasil já classificado para as semifinais da Liga das Nações, o treinador José Roberto Guimarães optou em enfrentar os Estados Unidos, na madrugada desta sexta-feira (5), com reservas. Apesar dos bons momentos, a experiência norte-americana falou mais alto nos momentos decisivos e as comandadas de Karch Kiraly fizeram 3 sets a 1 (25/18,25/19 e 20/25  e 25/21), confirmando a liderança do Grupo B. A partida aconteceu em Nanjing, na China.

A seleção feminina começou a partida com: Roberta (levantadora); Lorenne (oposto); Tainara e Amanda (ponteiras); Mara e Carol (centrais) e a líbero Natinha. A única substituição efetiva foi a de Mayany no lugar de Carol a partir da segunda parcial. Além de Gabi Guimarães, Macris e Paula Borgo entraram em inversões.

Pelos EUA, mudanças também aconteceram. Substituindo Andrea Drews, Jordan Thompson fez bonito e foi a maior pontuadora do jogo, com expressivos 32 pontos. A capitã Jordan Larson contribuiu com 13.  Entre as brasileiras, Lorenne teve importante atuação e deixou a quadra com 21 pontos, enquanto Tainara marcou 10.

Agora, as equipes aguardam o resultado do jogo entre a Itália e a China, a partir das 8h30, para saber quem avança em segundo no Grupo A. Isso porque a Turquia é a líder com 6 pontos e será a adversária do Brasil, no sábado (6).

Classificação final do Grupo B:

1 – Estados Unidos – 6 pontos (2 vitórias)
2 – Brasil – 2 pontos (1 vitória e 1 derrota)
3 – Polônia – 0 pontos (2 derrotas)




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »