Search
Wednesday 21 October 2020
  • :
  • :

LIGA MUNDIAL 2012: Brasil estreia com vitória na etapa brasileira

A seleção brasileira masculina de vôlei agradou a torcida ao vencer, nesta SEXTA-FEIRA (08.06), o primeiro jogo da etapa brasileira da Liga Mundial 2012. A estreia no ginásio Adib Moyses Dib (Poliesportivo), em São Bernardo (SP), foi contra a Finlândia e o Brasil levou a melhor por 3 sets a 0 (25/21, 25/22 e 25/9), em 1h18 de partida.

Maior pontuador da equipe brasileira na primeira partida da terceira etapa, o oposto Wallace se esquiva dos elogios e direciona o foco ao grupo. O resultado positivo foi, segundo o jogador, o primeiro passo para o objetivo do Brasil, que é deixar São Bernardo na liderança do Grupo B, onde, atualmente, a Polônia é a primeira colocada.

“O mais importante foi conseguir essa primeira vitória e, agora, temos buscar as outras duas para sairmos dessa etapa com a liderança do grupo”, disse Wallace, que espera crescer ainda mais na competição. “Já tive atuações melhores do que a de hoje. Fui um pouco abaixo, mas acho que consegui ajudar a equipe da melhor maneira que pude”, complementou o oposto brasileiro.

Depois de ficar de fora nas duas primeiras rodadas, em Toronto (Canadá) e Katowive (Polônia), o ponteiro João Paulo Bravo entrou em quadra no segundo set, nesta sexta-feira, e contribuiu com seis pontos. De outro ângulo, o ponteiro pôde observar o crescimento da equipe.

“Estamos melhorando cada vez mais e isso é visível, mas sabemos que temos muito para evoluir ainda. O caminho é longo. Liga Mundial é uma competição muito importante, mas, claro, o nosso objetivo é um pouco mais na frente, nos Jogos Olímpicos de Londres”, destacou Bravo, sobre o trabalho do Brasil.

Responsável por uma longa sequência de saques no terceiro set, e por quatro pontos neste fundamento (além dos dois de bloqueio e quatro de ataque), o central Lucão se divertiu com o acontecido.

“O problema de fazer uma boa sequência como essa é que o Bernardo vai querer que eu faça todo jogo”, brincou Lucão. “Mas espero poder repetir isso sempre. O passe deles não estava muito bem hoje e isso ajudou. Eu sou um dos poucos que treina só saque viagem e trabalho forte todos os dias”, disse o central da seleção brasileira.

O técnico Bernardinho também analisou a primeira partida em casa. “A Finlândia foi bem. Eles defenderam e sacaram bem, se posicionaram taticamente da forma correta e nós cometemos alguns erros não forçados. Aos poucos conseguimos entrar no jogo. Não foi uma partida excepcional. Tivemos pontos positivos e outros nem tanto. E sabemos que precisamos trabalhar em cima das nossas inconsistências momentâneas”, afirmou Bernardinho.

O treinador da seleção brasileira busca um desempenho ainda melhor para os dois próximos jogos pela terceira rodada da Liga Mundial. “Tivemos três treinos aqui no Brasil, antes da estreia, e esse não foi um início ruim. Vamos ver se conseguimos dar uma crescida a partir de amanhã para jogar ainda melhor”, concluiu Bernardinho.

Próximos jogos

Ainda nesta terceira etapa da Liga Mundial, o Brasil enfrentará o Canadá neste SÁBADO (09.06), e a Polônia no DOMINGO (10.06). Todos os jogos acontecem às 10h e tem transmissão da TV Globo e do canal Esporte Interativo.

Nas duas primeiras rodadas, a equipe comandada pelo técnico Bernardinho conseguiu três vitórias e sofreu três derrotas. Com isso, o Brasil soma 12 pontos, enquanto a Polônia, líder do Grupo B, tem 14. Os canadenses têm seis pontos e os finlandeses, quatro.

O JOGO

O primeiro ponto do jogo foi finlandês. Wallace deu o troco e deixou o placar igual. Um ace de Sidão deixou o Brasil à frente: 4/3. A seleção da Finlândia esteve melhor e foi para o primeiro tempo técnico com vantagem de três pontos (8/5). A diferença aumentou para quatro (11/7) e Bernardinho parou o jogo. No bloqueio de Lucão e Wallace, o Brasil reduziu a vantagem finlandesa para 13/12 e foi a vez de Daniel Castellani pedir tempo. Na segunda parada técnica, 16/14 para a Finlândia. Lucão marcou ponto de saque, Theo bloqueou e o placar ficou igual: 17/17. Outro ace de Sidão colocou o Brasil à frente mais uma vez (21/20). O final do set foi equilibrado, mas, no ataque de Dante, o Brasil fechou em 25/21.

A segunda parcial começou equilibrada, com as equipes trocando pontos. Empate em 5/5. Assim como no primeiro set, a Finlândia liderou o marcador no primeiro tempo técnico: 8/7. Em um forte ataque pelo meio fundo, Dante colocou o Brasil à frente em 9/8. Murilo bloqueou, a equipe verde e amarela fez 12/9, e Castellani pediu tempo. A seleção brasileira seguiu no comando do placar até o adversário empatar em 15 pontos. No erro de saque da Finlândia, o Brasil fez 16/15 na segunda parada técnica. O placar esteve igual em 20 pontos e Bernardinho pediu tempo. João Paulo Bravo marcou ponto direto de saque e fez 22/20 para o Brasil. No final, vitória verde e amarela: 25/22.

A seleção brasileira começou arrasadora no terceiro set e abriu 4/0. Desta vez, a equipe comandada pelo técnico Bernardinho teve boa vantagem no primeiro tempo técnico: 8/4. Quando, contando com fortes ataques de Dante, o Brasil fez 10/4, Daniel Castellani pediu tempo para a Finlândia. Lucão fez ace e, aos gritos da torcida, levou a vantagem para 14/5. E a equipe brasileira marcou mais dois pontos e fez 16/5 na segunda parada técnica. Lucão ainda estava no saque e, com mais um ace, levou o placar a 19/5. A equipe brasileira não teve dificuldades e fechou a parcial por 25/9 e o jogo por 3 sets a 0.

EQUIPES

BRASIL – Ricardinho, Wallace, Sidão, Lucão, Murilo e Dante. Líbero – Serginho

Técnico – Bernardinho

Entraram: Theo, Bruno, Thiago Alves e João Paulo Bravo

FINLÂNDIA – Tervaportii, Siltala, Hietanan, Oivanen Mi, Oivanen Ma e Lehtonen. Líbero – Mantyla

Técnico – Daniel Castellani

Entraram: Palokangas, Siirila e Tuominen

Fonte CBV




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x