Search
Saturday 26 September 2020
  • :
  • :

LIGA MUNDIAL: Brasil vence a equipe da casa e acumula duas vitórias na Finlândia

Após a vitória na primeira partida, sobre o Canadá, a seleção brasileira masculina de vôlei venceu, também, o segundo jogo pela quarta etapa da Liga Mundial 2012. Neste SÁBADO (16.06), a equipe verde e amarela derrotou a Finlândia, que joga em casa nesta rodada, por 3 sets a 0 (25/22, 25/18 e 25/23), no Tampere Ice Arena, na cidade finlandesa de Tampere.

O ponteiro Murilo foi o maior pontuador do Brasil, com 14 acertos (13 de ataque e um de bloqueio). O oposto Wallace também pontuou bem, com 13 no total, sendo 11 de ataque e dois de bloqueio. E o central Rodrigão ainda marcou 12 vezes. (nove pontos no ataque e dois no bloqueio).

Porém, foram seis pontos que deixaram um jogador com maior motivo de felicidade em quadra. Após operar a canela esquerda e passar seis meses sem jogar, o capitão da seleção brasileira, Giba, reestreou como ponteiro titular do Brasil.

“Estou me sentindo muito bem. Claro, ainda um pouco fora de ritmo e tentando buscar o meu melhor. Brinquei com os médicos da seleção (Ney Pecegueiro e Álvaro Chamecki), dizendo que a única coisa que não dói, neste momento, é a canela. Depois de seis meses sem jogar, dói todo o resto”, brincou Giba.

A expectativa era que o ponteiro voltasse a defender o Brasil na Fase Final da Liga Mundial, de 4 a 8 de julho. Segundo Giba, o empenho no trabalho diário de recuperação foi recompensado neste retorno mais cedo.

“Que bom que consegui voltar antes, com mais tempo para pegar um ritmo melhor, já que a nossa maior meta é estar bem nos Jogos Olímpicos de Londres. Agora, estou muito feliz mesmo por ter trabalhado muito duro e ter conseguido voltar até um pouco antes do que se esperava. Ainda temos mais duas semanas de Liga Mundial e vai ser um tempo bom para que eu melhore ainda mais”, confirmou o capitão da seleção brasileira.

Giba também recebeu elogios do treinador. Para Bernardinho, o jogo não foi o considerado ideal, mas ver o ponteiro em quadra foi o mais importante.

“A Finlândia sacou bem e tivemos algumas dificuldades, principalmente para conseguir ler o jogo do levantador finlandês. Mas, sem dúvidas nenhuma, uma das melhores coisas do jogo de hoje foi ver o Giba novamente em quadra. E bem. Claro que ainda precisa readquirir o seu melhor ritmo de jogo, mas ele ajudou e foi muito importante tê-lo conosco novamente”, garantiu Bernardinho.

O Brasil volta à quadra neste DOMINGO (17.06) para a última partida pela quarta etapa da Liga Mundial. O confronto será contra a Polônia, às 10h (Horário de Brasília), com transmissão ao vivo dos canais Sportv e Esporte Interativo.

O JOGO

O Brasil abriu o marcador, mas a Finlândia esteve superior e, logo no primeiro tempo técnico, vencia por 8/4. Na sequência, em grande passagem de Giba pelo saque, o Brasil passou à frente em 10/9. No erro de saque do adversário, a equipe verde e amarela comandou o placar também na segunda parada técnica (16/13). O set voltou a ficar equilibrado e, quando a Finlândia encostou em 18/17, Bernardinho pediu tempo. Em um erro de ataque do Brasil, os finlandeses empataram (18/18) e no bloqueio, viraram a parcial. Com Wallace, a equipe verde e amarela reassumiu o comando do marcador: 22/21. E o Brasil fechou em 25/22.

O segundo set também teve um início equilibrado. As equipes empataram em quatro pontos e a Finlândia assumiu o comando do placar na jogada seguinte. No primeiro tempo técnico, o Brasil já estava na frente: 8/7. A equipe comandada pelo técnico Bernardinho abriu cinco pontos de vantagem (15/10) e o técnico da Finlândia, Daniel Castellani, pediu tempo. No lance seguinte, o time da casa atacou para fora e o Brasil fez 16/10 na segunda parada técnica. A equipe brasileira seguiu melhor e, no ataque de Murilo, venceu o segundo set por 25/18.

Apesar da derrota nos dois primeiros sets, a Finlândia não se abateu e fez 4/2 no Brasil. A equipe verde e amarela se recuperou e com Murilo explorando o bloqueio adversário passou à frente em 7/6. E, novamente com ponto de Murilo, foi para o primeiro tempo técnico à frente (8/6). Na segunda parada técnica, a vantagem brasileira era de apenas um ponto (16/15). Os donos da casa ainda chegaram ao empate em 18/18 e passaram à frente em 20/19. Mas o Brasil buscou e, com Rodrigão, fechou o set em 25/23.

EQUIPES

BRASIL – Bruno, Wallace, Sidão, Rodrigão, Murilo e Giba. Líbero – Serginho

Técnico – Bernardinho

Entraram: Vissotto, Ricardinho e Lucão

FINLÂNDIA – Siltala, Hietanen, Mikko Oivanen, Lehtonen, Sirila e Esko. Líbero – Mantyla
Técnico – Daniel Castellani

Entraram: Tuominen, Palokangas, Mikko Esko e Matti Oivanen

Fonte CBV




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x