Search
Wednesday 28 October 2020
  • :
  • :

Mais um 3 x 0 na conta do Brasil, em Cuiabá

 24/09/11 – O Brasil manteve a invencibilidade no Campeonato Sul-Americano masculino de vôlei. Neste sábado (24.09), a equipe enfrentou dificuldades no terceiro set, mas venceu a Venezuela por 3 a 0 e continua sem perder nenhuma parcial. Nesta tarde, os brasileiros venceram por 25-14, 25-15 e 27-25, em 1h15, no ginásio Aecim Tocantins, em Cuiabá (MT).

Foto da notícia


A equipe verde e amarela soma cinco vitórias: sobre Uruguai, Chile, Paraguai, Colômbia e Venezuela. O último adversário será a Argentina. E o clássico sul-americano entre os invictos do campeonato acontecerá neste domingo (25.09), às 12h (de Brasília), com transmissão ao vivo do canal Sportv. O vencedor será o campeão da competição.

O oposto Wallace foi o maior pontuador do Brasil, com 10 acertos. Porém a pontuação foi bem dividida. Outros destaques foram os ponteiros Murilo e Dante, que marcaram oito vezes cada, e Sidão, sete. Destaque no primeiro set do jogo de hoje, o central destacou o saque como um dos pontos fortes do adversário.

“Eles fazem muito bem o saque flutuante e isso trouxe dificuldades para o nosso time. Acredito que essa foi a diferença e, por isso, temos que sempre pensar em abrir o máximo possível no placar para não passar por esses problemas nos finais de sets”, disse Sidão.

O ponteiro Murilo afirma que já contava com um nível de dificuldade um pouco maior do que nas partidas anteriores. “Já esperávamos por um jogo mais complicado e isso é normal. O que não pode ser considerado normal é a quantidade de erros que cometemos hoje. Isso que preocupa mais, pois não podemos permitir que isso se repita contra a Argentina”, ressaltou Murilo.

O técnico Bernardinho também falou sobre as falhas apresentadas no jogo de hoje. “No terceiro set erramos muito e a concentração caiu um pouco. Isso não pode acontecer. Amanhã vamos enfrentar um adversário de um nível técnico maior e teremos que nos manter concentrados durante todo o tempo”, afirmou Bernardinho.

O confronto entre Brasil e Venezuela foi o primeiro do dia. A rodada ainda terá as partidas entre Colômbia e Paraguai, a partir das 14h30, e Chile e Uruguai, às 17h.

O jogo

Dois bloqueios do central Sidão abriram a placar e deram o tom da parcial. No primeiro tempo técnico, os brasileiros fizeram 8/4. A vantagem aumentou para oito pontos quando o Brasil liderou o placar por 14/6. A diferença no placar manteve e, novamente com Sidão, desta vez em ataque, a equipe verde e amarela fechou o set em 25/14. O central foi o maior pontuador, com quatro acertos.

O segundo set começou melhor para a seleção venezuelana, que abriu 4 a 0. Os brasileiros se recuperaram e, com ataque de Lucas, passaram a frente em 8/7. A partir deste momento, a parcial seguiu totalmente a favor do Brasil, que venceu por 25/15. Desta vez, o outro central brasileiro, Lucas, foi o destaque, com cinco pontos.

Depois de boa participação dos centrais nos primeiros sets, o técnico Bernardinho mexeu na equipe. Rodrigão começou jogando o terceiro no lugar de Lucas. Mais uma vez, os venezuelanos começaram melhor e, no primeiro tempo técnico, estiveram à frente em 8/6. Os donos da casa só conseguiram passar à frente em 16/15. Quando a Venezuela empatou e 23/23, Bernardinho pediu tempo. Na volta, o adversário pontuou e esteve em vantagem para fechar o set, mas Rodrigão deixou tudo igual em 24 pontos. A disputa seguiu até Dante atacar e fazer 27/25.
 
Brasil – Marlon, Wallace, Sidão, Lucas, Murilo e Dante. Líbero – Serginho. Entraram: Bruno, Theo e Rodrigão.  Técnico – Bernardinho

Venezuela – Paez, Pinuera, Contreras, Chorio, Arias e Escobar. Líbero – Mata.  Entraram: Arteaga e Brito. Técnico: Idolo Herera



Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x