Search
Tuesday 20 October 2020
  • :
  • :

“Manter o controle” foi o diferencial russo contra a Itália, afirma Marichev

Foto: FIVB

Em Ekaterinburgo, num dos jogos mais aguardados da segunda semana do Grand Prix 2013, a Rússia quebrou a invencibilidade da Itália ao derrotá-las por 3 a 1, parciais de 25-13, 18-25, 25-18 e 26-24.

Na coletiva após a partida, Yuri Marichev falou que o seu maior desafio na partida de hoje foi ajudar o time a manter o controle sobre a partida, o que acabou acontecendo.

“É muito perigoso quando você ganha o primeiro set, porque a equipe tem uma tendência a relaxar. Minha principal tarefa hoje era ajudar minha equipe a manter o controle sobre a situação. Depois de uma vitória fácil, seu concorrente trabalha mais para se concentrar como vimos no segundo set. Cometemos vários erros e eu disse a elas que devemos jogar de forma agressiva, com uma grande vontade de vencer. Devemos entrar na quadra e mostrar a todos que somos equipe forte”, filosofou o treinador russo sobre a partida.

Pelo lado italiano, Marco Mencarelli só teve palavras para parabenizar a equipe russa. “A Rússia jogou muito forte hoje, e o resultado deste jogo não foi uma grande surpresa para nós. Sabemos que o time russo é uma equipe muito forte. Queremos usar todo o nosso tempo para crescer como equipa. Sabemos quais os nossos pontos fracos e vamos trabalhar para melhorar nosso jogo.  Hoje, poderiamos jogar melhor, mas na segunda parte fomos muito previsível para a Rússia”, destacou o italiano.

Na outra partida da rodada, a Tailândia derrotou Cuba por 3 a 1, parciais de 25-21, 17-25, 25-21 e 25-19. Onuma Sittirak, com 16 pontos foi o destaque da partida.

Na rodada do sábado, as equipes que venceram hoje se enfrentam, Russia x Tailândia, enquanto os perdedores, Itália e Cuba, fazem o outro jogo do dia.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x