Search
Thursday 22 October 2020
  • :
  • :

Mari Cassemiro confirmada no Sesi Vôlei Bauru

Foto: Marcelo Ferrazoli/SESI

“Quando recebi o convite para retornar, logo aceitei, pois me sinto como se estivesse voltando para casa e retornando ao projeto que sempre admirei e à cidade que amo”. É o que afirma a ponteira Mari Cassemiro sobre os motivos que a levaram a acertar sua volta a Bauru para defender o Sesi Vôlei Bauru na temporada 2020-2021.

Cassemiro é o sexto reforço da equipe para a temporada 2020-2021. Além da ponteira, também foram contratadas a levantadora Carol Leite, a central Mara, a oposta Pamela, a ponteira Vanessa Janke e a líbero Brenda Castillo. O elenco contará, ainda, com a levantadora Dani Lins, a ponteira/oposta Tifanny, as centrais Mayhara e Adenízia, a oposta Polina Rahimova e a líbero Julia Machado, que renovaram seus vínculos, a exemplo do técnico Anderson Rodrigues.

Será a segunda passagem de Mari Cassemiro na Sem Limites após disputar a temporada 2016-2017 pelo então Genter Vôlei Bauru. Além de voltar para sua “casa”, a ponteira também se reencontrará com o SESI-SP, clube pelo qual já atuou nas temporadas 2013-2014 e 2014-2015. Agora no SESI Vôlei Bauru, a atleta está bastante otimista com o futuro da equipe. “As expectativas são grandes e as melhores possíveis. Com elenco montado e a grandeza do SESI Vôlei Bauru, vamos brigar jogo a jogo pra chegar ao topo e buscar títulos”, ressalta.

Trajetória 

Mariana Alves Cassemiro tem 33 anos, 1,84 m de altura e é mineira de Sete Lagoas, onde começou sua trajetória no esporte incentivada por um primo. “Mas logo fiz a peneira no Minas Tênis Clube, passei e fiquei por sete anos lá, de 2001 a 2008, integrando as categorias de base, seleção mineira e brasileira. Foi onde também tive a oportunidade de jogar minha primeira Superliga, em 2004”, recorda a ponteira.

Depois de deixar o Minas, Cassemiro transferiu-se para o exterior, onde defendeu clubes da Espanha, Croácia e Turquia. Em seguida, retornou ao Brasil para o Pinheiros e depois voltou à Europa para um clube suíço em sua última passagem pelo Velho Continente. De volta ao País, defendeu o SESI-SP em duas temporadas consecutivas (2013-2014 e 2014-2015) e transferiu-se para Genter Vôlei Bauru (2016-2017), depois Pinheiros e Fluminense, onde atuou na temporada passada.

Ao longo de sua carreira também teve passagens pelas seleções brasileiras infanto-juvenil e juvenil e foi campeã mundial com a Seleção Brasileira Militar, em 2019, em Wuhan, na China. Por clubes conquistou duas medalhas de bronze em edições do extinto Torneio Internacional Salonpas Cup, em 2004 e 2007; em 2014, foi campeã Sul-Americana de Clubes e medalhista de bronze no Campeonato Mundial de Clubes e também foi vice-campeã da Superliga 2014-2015.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x