Search
Wednesday 28 October 2020
  • :
  • :

Maria Clara e Carol avançam para torneio principal em Roma

Foto: FIVB

O Brasil será representado por sete duplas na chave principal do Grand Slam de Roma (ITA) do Circuito Mundial 2013. Nesta terça-feira (18/06), Evandro e Vitor Felipe acabaram eliminados no qualifying, enquanto as irmãs Maria Clara e Carol venceram e avançaram, juntando-se a Taiana/Talita, Ágatha/Maria Elisa, Lili/Bárbara Seixas, Bruno Schmidt/Pedro Solberg, Alison/Emanuel e Ricardo/Álvaro Filho. E, novamente, haverá duelo brasileiro na fase de grupos.

E pela terceira vez na temporada, assim como aconteceu em Corrientes (ARG) e em Haia (HOL), justamente nas duas últimas etapas, Ágatha/Maria Elisa e Lili/Bárbara Seixas caíram no mesmo grupo, colocando frente a frente, mais uma vez, as atuais campeãs do Circuito Banco do Brasil (Ágatha e Bárbara). As brasileiras estão no Grupo F e terão como adversárias as duplas Mashkova/Tsimbalova (CAZ) e Dampney/Boulton (GBR).

Quarto lugar no ranking do Circuito Mundial 2013, a dupla Ágatha/Maria Elisa acabou eliminada nas quartas de final no Grand Slam de Haia (HOL), depois de conquistar a prata em Corrientes (ARG). Apesar do tropeço nas areias holandesas, elas têm a certeza de que estão no caminho certo, com alguns ajustes a fazer.

“Nosso time está em crescimento. Temos muitos detalhes técnicos para acertar, principalmente por sermos uma dupla nova, mas a cada jogo nos entendemos melhor dentro de quadra. A comunicação está sendo fundamental para nós. Ainda temos muito que aprender juntas e os resultados virão com o tempo”, garantiu Ágatha.

Já Taiana e Talita, campeãs dos Grand Slams de Xangai (CHN) e Haia (HOL) e líderes do ranking do Circuito Mundial, caíram no Grupo E e enfrentarão, no tradicional Foro Italico, as holandesas Keizer e Van Iersel, das suíças Forrer e Vergé-Dépré e das americanas Day e Pavlik.

Por fim, Maria Clara e Carol, que derrotaram no qualifying as japonesas Take e Mizoe por 2 a 0 (21-10 e 21-15) e ficaram no Grupo H, com Gioria/Giombini (ITA), Fopma/Sweat (EUA) e Köhler/Schumacher (ALE). As irmãs subiram ao pódio nas três últimas etapas, sendo bronze em Xangai e Corrientes e prata em Haia.

No masculino, dessa vez o Brasil terá um representante a menos no torneio principal, já que Evandro e Vitor Felipe acabaram eliminados no qualifying nesta terça. Depois de vencerem bem o primeiro set sobre os espanhóis Marcos e García (21-11), foram derrotados no segundo (21-17), perdendo a concentração no tie break. Chegaram a estar em desvantagem de sete pontos (9/2), encostaram, mas não teve jeito. Derrota por 15/11 e 2 a 1.

Uma das duplas masculinas do Brasil que estarão na briga pelo título na capital italiana são os atuais líderes do ranking do Circuito Mundial. Bruno Schmidt e Pedro Solberg, campeões do Grand Slam de Haia no último domingo, caíram no Grupo B e enfrentarão Rogers/Doherty (EUA), Cecchini/Morichelli (ITA) e Sidorenko/Dyachenko (CAZ).

Já Alison e Emanuel, que disputam sua terceira etapa na atual edição da competição, estão no Grupo G, ao lado de duas parcerias da Alemanha – Erdmann/Matysik e Urbatzka/Fuchs – e outra da República Tcheca, formada por Kufa e Hadrava. E no Grupo H, Ricardo e Álvaro Filho, que terão pela frente Tomatis/Ingrosso P. (ITA), Sorokins/Toms Smedins (LET) e Semenov/Koshkarev (RUS).




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x