Search
Wednesday 23 September 2020
  • :
  • :

Medley/Campinas está perto de contratar cubano para a Superliga

Além da equipe de Marcos Pacheco, campeão Sada Cruzeiro terá outro jogador caribenho em seu elenco

 

Camisa 10 de Cuba, Despaigne deixou a seleção em 2008 e desde 2010 atua no voleibol grego.
Em 2010, quase jogou em Montes Claros.

30/04/2012 – O voleibol brasileiro deve contar com mais dois ex-jogadores da seleção cubana. É que segundo o Melhor do Vôlei apurou, a Medley/Campinas está acertando os últimos detalhes para contratar o ponteiro Rolando Despaigne, que há dois defende equipes da Grécia. Além dele, um outro jogador da ilha no Caribe está de malas prontas para a Superliga 2012/2013, o também ponteiro Yoandry Leal, atleta habilidoso e titular de Cuba durante vários anos.

Despaigne, de 24 anos, defendeu a seleção cubana até 2008, quando ajudou o time a finalizar a competição na décima posição da Liga Mundial. Em 2010, após dois anos sem jogar – tempo regulamentado pela Federação de Cuba para o jogador defender qualquer clube fora de Cuba – o atleta quase foi contratado pelo Montes Claros para substituir Lorena. No entanto, entraves burocráticos impediram que a transferência se realizasse.

Então, mais tarde e já com a temporada em andamento, Despaigne foi para o Olympiacos, da Grécia, onde se sagrou Campeão Nacional e da Copa da Grécia. Em 2011, foi contratado pelo rival Iraklis, conquistando com a equipe seu bicampeonato da Copa.

Yoandry Leal jogará pelo Cruzeiro.

Primeiro contrato profissional

Já para seu compatriota Yoandry Leal, de 23 anos, será a primeira experiência defendendo um clube fora de Cuba. O jogador é o grande reforço do Sada Cruzeiro, que manteve a base campeã que vai defender o título da Superliga em 12/13. Após cumprir os dois anos sem atuar pela seleção, o atleta desembarcará em Belo Horizonte e fará dupla na ponta com Filipe Ferraz.

Em 2008, Leal teve atuação destacada no Qualificatório Mundial para as Olimpíadas de Pequim, ganhando os prêmios de melhor ataque e saque da competição, mas Cuba ficou na segunda posição e, portanto, fora das Olimpíadas. Em 2009 e 2010, ajudou o time a chegar na quarta posição da Liga Mundial. Em outubro de 2010, em sua última atuação como jogador da seleção, disputou a final do Campeonato Mundial de Roma, na Itália, contra o Brasil. Em 2011, no início da temporada de seleções, foi afastado da delegação cubana por suspeita da federação de um plano de fuga de Leal e mais dois jogadores; desde então o atleta estava parado.

Histórico caribenho no Brasil

A última edição da Superliga teve a presença de dois jogadores de Cuba, que também tiveram destaque internacional: Yadier Sanchez e Oreol Camejo. O primeiro, atleta do Sada Cruzeiro, já confirmou que permanecerá no clube e inclusive vai auxiliar a adaptação de Leal ao Brasil. Já Camejo ainda não tem destino definido. No feminino, Daymi Ramirez e Yusleyni Herrera, estrelas internacionais, defenderam a Usiminas/Minas e ainda têm chances de permanecer no país, mas em outras equipes.

Veja outros fotos dos cubanos

Na primeira imagem, Despaigne com a camisa do Iraklis, equipe que defendeu na última temporada. Ao lado, final do Campeonato Mundial de 2010 entre Brasil e Cuba, com Leal (#4) preparando-se para atacar; e abaixo o ponteiro mostra toda sua força e impulsão.

 

 

Fotos: Divulgação.

 

  




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x