Search
Tuesday 22 September 2020
  • :
  • :

Menores infratores têm manhã especial no Aryzão

 08/09/11 – Uma manhã de fortes emoções no Aryzão. Nesta quinta-feira (08.09), no Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema, a seleção brasileira adulta masculina de vôlei recebeu, por meio da parceria com o VivaVôlei, projeto social da CBV, a visita de 19 menores infratores que cumprem ação sócio-educativa no Departamento Geral de Ações Sócioeducativas (Degase).

Os adolescentes, que exercem regime semi-aberto nas unidades de Niterói, São Gonçalo e Cabo Frio, tiveram a oportunidade de conhecer a casa do vôlei brasileiro e ver de perto os principais ídolos deste esporte. Após o término do treino, os jovens entraram em quadra e foram cumprimentados por cada atleta da equipe do técnico Bernardinho.

Na sequência, receberam autógrafos, trocaram algumas palavras com os jogadores e, depois disso, viveram um momento ainda mais especial: bateram bola com um dos craques do Brasil.

Sensibilizado com os menores infratores, que entraram em quadra para simular um jogo, o oposto Leandro Vissotto entrou no grupo e participou de várias jogadas. Para o campeão mundial, foi um momento de muita alegria.

“Acho que era o mínimo de atenção que eu poderia dar. São pessoas que vivem situações difíceis na vida e não custa dedicar um pouco do meu tempo para, de alguma forma, tentar amenizar esta realidade. Acredito que os resultados do vôlei são frutos de um trabalho construído. E é isso que estes meninos precisam buscar, o caminho do trabalho. Dessa forma, vão conseguir as coisas com dignidade. Foi um prazer ter dividido esse momento com eles”, declarou Leandro.

Oriundo de uma família humilde de Pirituba, periferia da grande São Paulo, o líbero Serginho acredita que ainda é possível uma vida melhor para estes jovens. “Ainda há tempo para estes adolescentes trilharem um caminho positivo. Vir à Saquarema e ver que aqui também trabalhamos para conseguirmos os nossos objetivos, acho que foi uma oportunidade para perceberem que existe um mundo diferente do que estão acostumados”, disse Serginho.

Diretor de Esporte, Cultura e Lazer do Degase, Carlos Victor ficou satisfeito com a visita ao Aryzão. “O esporte é uma ferramenta poderosa de inclusão social. Foi muito positivo ter trazido este grupo aqui, pois eles puderam ver que não se conquista nada fácil na vida. Que estes atletas conseguem as vitórias depois de trabalharem muito nos treinamentos. Fiquei feliz com este encontro e acredito que os meninos também tenham saído daqui emocionados e com uma ideia de vida melhor”, afirmou Carlos.

 

 
 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x