Search
Sunday 27 September 2020
  • :
  • :

Mobilização de atletas ganha destaque nas mídias e redes sociais

Foto: Reprodução

Nesta terça-feira (26/03), um dia após o anúncio da saída de mais um patrocinador da Superliga, a Medley, os atletas de vôlei, liderados por Gustavo, central do Canoas, lançaram em suas redes sociais uma imagem com os dizeres “Unidos pelo Voleibol. Por uma Superliga melhor”.

Em poucos minutos, a mobilização rapidamente ganhou adeptos e se proliferou pela internet. Gustavo, autor da ideia, declarou que a mobilização não se trata de uma rebelião contra a CBV e sim de uma preocupação. “Só para esclarecer, não é uma revolta e sim uma preocupação com a situação dos nossos clubes. Todo patrocinador tem direito de sair. O que está nos deixando preocupados é que muitos saíram”, disse o jogador pelo twitter.

Gustavo, que há anos já defende melhorias na Superliga, inaugurou ontem aqui no Melhor do Vôlei o especial “Minha Superliga Ideal”. Entre suas sugestões, se destacam uma competição disputada em oito meses, a realização de um fim de semana das estrelas e o desmembramento da Superliga junto a seleção. “Por ter jogado na Itália por oito anos sei que esse tipo de calendário funciona muito bem, tanto para os clubes quanto para os atletas”, afirmou Gustavo.

A repercussão da mobilização foi tão grande que os principais sites esportivos destacaram a ação. O jornal Lance!, por exemplo, cedeu uma página inteira, inclusive chegando a citar alguns pontos levantados por Gustavo ao Melhor do Vôlei.


Campanha chegou a atingir os Trending Topics Mundial do Twitter. Foto: Reprodução

Além campanha, iniciada após um debate em um grupo de discussão criado pelos próprios atletas nas redes sociais, os mesmo já possuem uma comissão que tem objetivo de dialogar com a CBV tais propostas. Em janeiro, Gustavo, William Arjona, Bruninho, Murilo e Lucarelli se reuniram pela primeira vez com a CBV, representada por Ary Graça e o superintendente Fábio Azevedo. Segundo Gustavo, a confederação se mostrou aberta a ouvi-los.

Com o final da atual Superliga, Vôlei Futuro, São Bernardo e Super Imperatriz já anunciaram que terão dificuldades de manter seus times para a temporada que vem caso não consigam um patrocínio. Nos últimos anos, além da Medley, deixaram a Superliga recentemente Vôlei Futuro, Mackenzie, Sport Recife, Macaé e Brusque no feminino e Montes Claros, Pinheiros, Cimed, Londrina e UCS no masculino, entre outros.

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x