Search
Monday 25 January 2021
  • :
  • :

Moda Maringá mantém a ponta e fecha primeira fase com melhor média de torcida da Superliga

Foto: Divulgação/Moda Maringá

Na última semana, chegou ao final a fase de classificação da Superliga Masculina. Após vencer por 3 a 0 o RJ Vôlei, o Sada Cruzeiro terminou a fase de classificação na liderança. Enquanto isso, no oitavo lugar, o Moda Maringá contou com o apoio da torcida na última rodada para vencer o Volta Redonda por 3 a 1 e se garantir nos playoffs em seu ano de estreia.

Se a colocação na fase de classificação foi o oitavo lugar, na média de público, o Moda Maringá foi o líder isolado. Com as 4.180 pessoas no último jogo da primeira fase, o time do Paraná confirmou a melhor média da fase classificatória com 3.868 pessoas por jogo nas onze partidas que realizou no Chico Neto.

Vale lembrar que o time paranaense costuma cobrar do torcedor a entrada no ginásio. Por exemplo, o pacote para os últimos três jogos do time saiu por R$ 40,00. Em compensação, outros times que não cobram ingresso tiveram público fraco.

A curiosidade é que os onze melhores públicos da primeira fase foram todos do Maringá. A partida com mais gente foi diante do Canoas, com 4.700, enquanto a com menos público foi diante do Taubaté, com 2.950. O 12º da lista é apenas o duelo entre Funvic/Taubaté e Sesi, no Abaeté, com 2.813 pessoas.

Ainda sobre Maringá, a participação do time nas estatísticas de público é tão marcante que o nome do time consta no borderô do pior público, no jogo que levou 200 pessoas em São Bernardo, contra o time local.

O São Bernardo é, aliás, a decepção do público. Mesmo se classificando em sétimo, o time não conseguiu animar o povo da cidade e levou em média 616 pessoas por jogo. Com ginásio de capacidade para 5.730, a ocupação de 10,75% deixa o local com aparência vazia.

Porém, nas últimas rodadas, o São Bernardo conseguiu largar a lanterna na taxa de ocupação e também na média. Com o time eliminado, Montes Claros, que tem uma das torcidas mais ativas do vôlei masculino, perdeu público no ginásio e com média de 1.166, terminou com 9,72% de ocupação média do Tancredo Neves.

Vice-líder da Classificação, o Sesi terminou como time de pior média, com 590 por jogo, e visitante de melhor média, com 1.813 por jogo, ultrapassando o RJ Vôlei, que depois da saída de suas estrelas, perdeu torcida fora e terminou em segundo. Uma das razões que explica a pior média em casa do Sesi é a capacidade do ginásio, para 800 pessoas. Apesar do público pequeno, a ocupação foi de 73,69%, a terceira do torneio.

O Moda Maringá, com 85,23% teve a melhor ocupação. Porém, se analisarmos os números do primeiro turno, houve uma queda de quase 10 pontos percentuais, já que o time tinha 92,10%.

Se a classificação levasse em conta apenas o público, os playoffs seriam: Maringá (1º) x Vivo Minas (8º), Sada Cruzeiro (2º) x Voltaço (7º), Vôlei Brasil Kirin (3º) x Montes Claros (6º) e RJ Vôlei (4º) x Funvic Taubaté (5º).

Veja abaixo o gráfico de público da primeira fase da Superliga Masculina.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x