Search
Sunday 29 November 2020
  • :
  • :

Molico Osasco reconhece superioridade do Sesi e Sheilla diz: “Ainda podemos ser convidadas para o Mundial”

Foto: Luis Ventura/Melhor do Vôlei

Abatimento era o que definia o time do Molico Osasco. Muito vibrante durante os primeiros sets, o time parecia não acreditar no que aconteceu na noite deste domingo (09/02) em Osasco.

Após conversar com as jogadoras no vestiário, Luizomar atendeu a imprensa e fez questão de reconhecer os méritos do Sesi no jogo.

“Do outro lado o Sesi fez uma grande partida e está de parabéns. Esteve num momento melhor que nossa equipe e está de parabéns. Nessa hora não tem muito o que ficar procurando. Vamos ver depois o que aconteceu no jogo, mas a vida segue. Quarta-feira tem um jogo importante, defendendo a liderança e sabemos que, depois de tudo que a gente conquistou, vai ser mais difícil pois as equipes querem jogar contra a gente e vencer. Bater a nossa equipe dá uma repercussão muito grande.”

O treinador também destacou o que falou com a equipe no vestiário e mostrou confiança na reação do time daqui para frente.

“Conversei com a nossa equipe que não podemos esquecer tudo de bom que a gente fez, manter os pés no chão e continuar trabalhando. A equipe está ferida hoje, mas o time vai saber lidar com isso”.

A capitã Sheilla também destacou os méritos do Sesi e afirmou que nem a questão das viroses vividas pelo time na semana passada, nem o emocional pesaram no resultado.

“O Sesi jogou muito bem hoje. Lógico que fisicamente atrapalha um pouco, mas não foi por causa da virose que a gente perdeu. Elas sacaram bem, bloquearam bem. Elas tiveram seus méritos. O Sesi jogou bem. O emocional nem um pouco atrapalhou. A gente estava na frente no terceiro set, mas em momento nenhum o emocional pesou. O Sesi marcou muito bem, soube fazer o jogo delas. Jogamos abaixo e não é essa derrota que apaga o que a gente fez. Somos o time mais vitorioso da temporada e vamos continuar sendo.”

Perguntada se a perda da vaga para Mundial era, em comparação, como perder uma Libertadores no futebol, Sheilla disse que ainda não dá para cravar que elas não irão a Suíça em Maio.

“É Sim e Não. Talvez a gente seja convido para o Mundial por ser o único time Sul-Americano que já foi campeão. Claro que a gente já queria garantir vaga no Mundial, mas não conseguimos”.

Em off, Sheilla confirmou que dois times devem ser convidados. Se ocorrer, o Mundial passará a ter oito equipes, como já acontece no masculino.

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x