Search
Tuesday 1 December 2020
  • :
  • :

Molico Osasco vence pela 20º vez e conquista recorde de vitórias na Superliga contra o Banana Boat/Praia Clube

Foto: João Pires/FotoJump/Divulgação

O Molico Osasco conquistou nesta sexta-feira (14/02) mais um título na temporada. Após perder o Sul-Americano, o líder da Superliga alcançou a marca de 20 vitórias consecutivas na competição, novo recorde absoluto do torneio, e segue invicto na competição. A 20º vítima foi o Banana Boat/Praia Clube, com um 3 a 0 (21-16, 28-26 e 25-23).

Jogando em casa, Osasco começou o jogo ligeiramente melhor. Titular, Mari foi a atleta visada pelo Molico no saque. No ataque, dois erros da camisa sete deram uma vantagem de quatro pontos para o time de Sheilla, sua ex-parceira: 9-5.

Em busca do ritmo ideal, Mari foi a jogadora mais acionada no Praia Clube e logo se tornou a principal pontuadora do time. Apesar desse detalhe, o time de Uberlândia vinha mal. Os ataques de Herrera não funcionavam (ou iam fora ou ficavam no bloqueio) e Mari não conseguia manter uma regularidade. Foi com um pisão da “Ice Woman” na linha dos três metros que o Osasco abriu 14-9. Até Monique, oposta e na teoria a “bola de segurança” estava errando, como na tentativa de recepcionar um saque que estava nas mãos de Tássia.

Seis pontos atrás no placar, Spencer Lee cobrou do time os erros no ataque.  A bronca resolveu um pouco. O time descontou alguns pontos, com destaque para um bloqueio de Mari em Sheilla, mas não o suficiente para virar o set. Osasco 21-16 Praia Clube. O lance “cômico” do set acabou sendo a cotovelada sem querer de Adenízia em Sheilla ao sair com a sua tradicional empolgação para comemorar um ponto.

Já no segundo set, o Praia Clube equilibrou a parada e levou o ponto a ponto até o final. A central Natália começou a se destacar individualmente pelo time de Uberlândia. Ela marcou oito pontos, sendo quatro em bloqueios. Porém, no final, a frieza do time de Osasco falou mais alto. Após ter cinco set points contra, o time se viu beneficiado de um erro de Herrera, que pisou na linha dos três metros, e assim deu ao Molico a vitória no set por 28-26.

Já o terceiro set foi quase o espelho do segundo. Natália seguiu sendo o destaque pelo Praia Clube, que chegou a ter uma vantagem na liderança 14-12, mas como na outra parcial, vacilou e mesmo tendo dois set points, não conseguiu fechar e perdeu por 25-23. Thaísa, com 18 pontos, foi a maior pontuadora do jogo e recebeu o Viva Vôlei.

“Hoje o time inteiro está de parabéns. Meu prêmio eu devo a elas”, disse Thaísa que afirmou que o recorde de 20 vitórias significa que o time precisa ter mais ainda cautela com a euforia.

“Significa que a gente tem que manter mais ainda o pé no chão. Teve um momento em que estivemos desatentas e isso mostra que estamos no caminho certo, mas temos que manter os pés no chão”.

Já Mari, do Banana Boat/Praia Clube, afirmou que o time foi bem, apesar de um início difícil dela.  “Foram duas bolas que saíram da rede no início do jogo e durante a partida a bola foi encaixando melhor para mim. Foi bom, erramos em momentos que não podíamos errar. Foi um 3 a 0, que poderia ser um 3 a 2”, disse a camisa sete, que completou falando sobre a sua evolução no time.

“Tudo é com tempo. Foi meu segundo jogo de titular, foi um jogo importante para mim, mas eu preciso melhorar mais para chegar bem aos playoffs”.

Na próxima segunda-feira (17/02), acontece o reencontro entre Sesi e Osasco na Vila Leopoldina. Já o Praia Clube vai receber a Unilever na terça-feira (18/02).

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x