Search
Monday 21 September 2020
  • :
  • :

Monique destaca três fatores que podem manter o Rexona-Sesc na disputa da Superliga 2016/17

Crédito: Hérica Suzuki

 

Para o Rexona-Sesc é tudo ou nada. A equipe do técnico do Bernardinho, 11 vezes campeã da Superliga, precisará mostrar toda sua força, nesta terça-feira (11/04), às 21h30, em Belo Horizonte, para seguir com chances de conquistar uma vaga na final da Superliga. A série semifinal, disputada em melhor de cinco jogos está 2 a 1 para o Minas e, por isso, não há outra alternativa para o time carioca que não seja vencer.

 

Apesar da situação desfavorável, o Rexona-Sesc aposta em um fator importante para conquistar uma vitória: a força do grupo. Com uma campanha quase perfeita até as semifinais, as cariocas sabem que o conjunto pode desequilibrar novamente.

 

“Fala do próximo jogo é falar sobre a nossa sobrevivência no campeonato. É uma série de altos e baixos, fizemos um primeiro jogo muito bom, mas depois caímos demais de rendimento. Mesmo em casa, não soubemos lidar com situação adversas e erramos muito. Mas ainda temos uma chance, não tem nada definido, a série está aberta e a gente está 100% focada em reverter essa situação. Sempre fomos um time forte coletivamente, não temos um destaque individual, mas sim um grupo, e agora é a hora da gente se fechar como um grupo, jogar mais coletivamente do que nunca, para conseguirmos uma vitória lá e levar essa série para o quinto jogo”, analisou Monique, responsável por 19 pontos no último confronto.

 

Além do fator coletivo, a oposto reforça dois outros pontos importantes para que o Rexona-Sesc conquiste um resultado positivo em Belo Horizonte.

 

“A gente precisa ser mais efetiva no contra-ataque. Defendemos muitas bolas ao longo do jogo, mas não conseguimos transformar isso em pontos. Além disso, precisamos de um saque forte durante todo o jogo. Nos dois sets que vencemos, aproveitamos muito bem o saque. Com a recepção quebrada, o bloqueio funciona melhor e tudo fica mais fácil. Então estamos em busca dessa consistência, de conseguirmos aplicar o que queremos durante toda a partida. Vai ser uma batalha muito dura, mas nós entraremos em quadra em busca dessa vitória”, finalizou.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
4 Comentários
o mais novo
mais velho mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Beto

Vai sair fora do campeonato pois é arrogante, define uma série de altos e baixos, mas em nenhum momento credita as derrotas para a boa fase do adversário, definindo que o time perdeu pois jogaram mal. Espero que o minas mantenha os nervos no lugar e despache de vez esse time de arrogantes.

Jorge

Acho que o nervosismo irá derrubar o Minas. Apesar de ter jogadoras experientes como Jaque, Gattaz e Hooker, a equipe conta com jogadoras (Rosa, Mara e Naiane) que não são tão pacientes e que se desesperam quando a bola não começa a entrar.
Espero que seja um jogo onde ambas as equipes lutem até o último ponto pela final. Osasco e Praia já mostram o que é um jogo fácil.

Jess

Acho que vai dar Minas.. Mas vamos ver como estarão os nervos das equipes..

manu

o Osasco e minas foram tomando forma no decorrer da s.l, agora estão prontos, não apresentam tanta instabilidade, tem peças importantes como hooker, tandara jaqueline, brait, leia dani lins, naiane, bia , rosamaria. gattaz, e as servias fazem do Osasco e minas times competentes, pra brigar de igual por igual, a vantagem do rio, e que não vive trocando as peças, o que melhora o entrosamento de temporadas passadas, levando em consideração que o minas ficou um bom tempo sem jaque e hooker, ta bom de mais ne rsrsr, e tb todo respeito pelo Paulo coco…agora e a hora da… Ler mais »

Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x