Search
Saturday 26 September 2020
  • :
  • :

Mulheres do Brasil passam invictas pelo primeiro dia do Grand Slam de Long Beach

Foto: FIVB

Não poderia ter sido melhor a estreia brasileira no torneio feminino do Grand Slam de Long Beach (EUA) do Circuito Mundial, nesta terça-feira (23/.07). No total, oito jogos, oito vitórias e apenas um set perdido. Aliás, desempenho que condiz com a atual posição das quatro duplas do país no ranking mundial. Pela primeira vez, elas iniciam uma etapa da competição ocupando as quatro primeiras colocações.

Taiana e Talita, campeãs do Grand Slam de Xangai (CHN), Haia (HOL) e Roma (ITA), são as líderes do ranking, com 4.330 pontos. Logo atrás, com 3.980, aparecem Lili e Bárbara Seixas, prata no Grand Slam de Gstaad (SUI) e bronze em Roma e no Campeonato Mundial. Em terceiro, as irmãs Maria Clara e Carol, com 3.540, que já conquistaram três pódios (segundo lugar em Haia e terceiro em Xangai e Corrientes). Enfim, em quarto, com 3.500 pontos, Ágatha/Maria Elisa, prata na etapa argentina.

Pelo Grupo B na Califórnia, que não sediava uma etapa de Circuito Mundial desde 2003, quando a cidade de Carson recebeu a competição, Taiana e Talita começaram muito bem a caminhada rumo a mais um título. Na estreia, vitória tranquila sobre Humana Paredes/Pischke (CAN) por 2 a 0, parciais de 21-11 e 21-12. Em seguida, uma ainda mais arrasadora, sobre Orsi Toth/Menegatti (ITA): 2 a 0, com parciais de 21/7 e 21/10. Nesta quarta-feira (24/07), elas encaram Ross/Day (EUA).

Desempenho não menos espetacular na abertura do Grand Slam de Long Beach teve a dupla Lili/Bárbara Seixas, que vive seu melhor momento desde que foi formada na seleção pelo técnico Marcos Miranda. Pelo Grupo C, atropelaram as norueguesas Kongshavn e Kjølberg por 2 a 0, parciais de 21-9 e 21-10, e, em seguida, derrotaram as austríacas Hansel e Schützenhöfer também por 2 a 0 (21-12 e 21-18). Para consolidarem o primeiro lugar da chave, terão Bieneck/Großner (ALE) pela frente nesta quarta.

Pelo Grupo D, Maria Clara e Carol também começaram bem nas areias californianas. Na estreia, chegaram a perder um set para a dupla mexicana Candelas/Revuelta, mas venceram por 2 a 1, parciais de 21-19, 16-21 e 15-11. No jogo seguinte, bateram as alemãs Köhler e Schumacher (ALE) por 2 a 0 (21-14 e 21-15). A última partida pela fase de grupos, nesta quarta, contra Dubovcova/Nestarcova, da Eslováquia, valerá a liderança e a classificação automática para as oitavas de final.

Enfim, pelo Grupo E, Ágatha e Maria Elisa confirmaram os 100% de aproveitamento do Brasil na abertura do Grand Slam americano. No último jogo do dia, realizado às 17h locais, 21h no horário de Brasília, elas venceram as canadenses Broder e Valjas por 2 a 0, parciais de 21-18 e 21-11. Na estreia, já haviam derrotado com tranquilidade as austríacas Klopf e Valerie Teufl também por 2 a 0, com um duplo 21-12. O compromisso desta quarta será contra Fopma/Sweat, dos Estados Unidos.

Nesta quarta, além da última rodada da fase de grupos, será disputada a segunda fase classificatória. Na quinta-feira (25/07), entram em cena as oitavas e quartas de final. Pela primeira vez na atual edição do Circuito Mundial, as semifinais, a final e a disputa de terceiro lugar do torneio feminino serão realizadas na sexta-feira (26/07).




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x