Search
Wednesday 23 September 2020
  • :
  • :

Mundial: Com o apoio de 12 mil pessoas, Polônia bate Brasil e se sagra campeã

Divulgação/FIVB

A atmosfera da cidade de Katowice, na Polônia, onde o voleibol é o esporte número um, estava de arrepiar. 12 mil pessoas lotaram a Arena Spodek, na qual o Brasil ainda não havia perdido, e mais 40 mil acompanharam a partida por um telão do lado de fora do ginásio. A torcida apaixonada apoiou a seleção anfitriã em todos os momentos e foi fator fundamental no confronto de hoje. Em dia inspirado do ponteiro Mika, os poloneses levaram a melhor por 3 sets a 1, com parciais de 18-25, 25-22, 25-23 e 25-22, em uma hora e cinquenta e seis minutos.

O primeiro set começou com os brasileiros impondo ritmo forte e sistema defensivo bem posicionado, levando à liderança do placar em uma sequência de saques de Murilo (9/4). Contando com muito volume de jogo, nossa seleção seguiu mantendo sua margem positiva no marcador, obrigando o técnico da Polônia a pedir tempo após um ataque de Wallace (13/8). Com dois pontos de bloqueio do central Lucão, os visitantes foram para segunda parada técnica na frente (16/11). Pressionando os anfitriões até o final, o Brasil fechou a primeira parcial através de um erro de saque do ponteiro Winiarski (25/18).

Com o bloqueio mais efetivo, a Polônia iniciou o segundo set melhor, abrindo três pontos (4/1). Nossa seleção chegou a empatar o placar, mas em um ataque do oposto Wlazly, os poloneses foram para o primeiro tempo técnico na liderança (8/7). Após um rali emocionante, os europeus voltaram a abrir vantagem no marcador em um ataque do ponteiro Mika (11/7). Empolgada pelo bom momento na partida, a Polônia foi para a segunda parada com cinco pontos de margem (16/11). Contando com uma ótima sequência de saques de Bruninho, os brasileiros empataram o set (17/17). Com um bloqueio em Lucarelli, os poloneses retomaram a frente no placar (22/20). Os donos da casa souberam manter o controle, e, através de um ataque de Mika, fecharam a parcial, empatando o duelo (25/22).

A seleção polonesa voltou para o terceiro set com o experiente levantador Zagumny em quadra, ajudando sua seleção a ir para o tempo técnico na frente (8/7). Contando com um bom momento do ponteiro Mika, os poloneses abriram dois pontos de vantagem (11/9). Após um ataque de Wlazly, a Polônia se manteve liderando o set (16/15). A disputa seguiu acirrada, mas, embalados pela torcida, os anfitriões permaneceram na dianteira em um ataque de Winiarski (21/19). Através de um ataque de Lucarelli na antena, os europeus fecharam a terceira parcial levando a Arena à loucura (25/23).

O quarto set começou disputado ponto a ponto e, em um erro de ataque de Lucão, a Polônia foi para a primeira parada técnica em vantagem (8/7). Com um ace de Mika, Bernardinho foi obrigado a pedir tempo (11/9). Trocando pontos, as duas seleções seguiram tentando abrir o placar, e, após um erro de saque do central Éder, os poloneses se mantiveram na liderança (16/15). Com um bloqueio de Lucão o Brasil, finalmente, abriu dois pontos no marcador (19/17). Através de uma invasão de Lucarelli e com bons saques de Nowakowski, os europeus viraram o set (22/21). Em um ataque do oposto Wlazly a Polônia fechou o jogo (25/22).

O maior pontuador da partida foi Mateusz Mika, com 22 pontos (19 em ataques, 1 em bloqueio e 2 em saques). Pelo Brasil, com 18 pontos cada, destaques para Wallace (17 em ataques e 1 em bloqueio) e Lucarelli (todos em ataque).

Brasil – Bruninho, Wallace, Murilo, Lucarelli, Lucão e Sidão. Líberos – Mário Júnior e Felipe. Entraram – Raphael, Leandro Vissotto, Lipe e Éder.

Polônia – Drzyzga, Wlazly, Mika, Winiarski, Klos e Nowakowski. Líbero – Zatorski. Entraram –Zagumny, Konarski e Kubiak. 

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x