Search
Thursday 24 September 2020
  • :
  • :

Mundial: “Que sufoco!” Seleção reconhece dificuldade em jogar contra bola alta da Turquia

FIVB/divulgação

Com virada e vitória no tie break, o Brasil se vingou da derrota para a Turquia no GP deste ano

Assim como nos mundiais femininos de 2006 (contra a Holanda) e de 2010 (contra a República Tcheca), a primeira fase do de 2014 já tem uma vitória brasileira num tie break. A virada sobre a Turquia, no jogo mais complicado que a Seleção Brasileira encarou até aqui, foi recebida com na festa em quadra e alívio nas entrevistas pós-jogo.

“Que sufoco! Foi assim nas Olimpíadas de 2012 (vitória do Brasil por 3 a 2) e no Grand Prix (deste ano, vitória da Turquia por 3 a 2). Temos dificuldade em jogar contra bola alta”, avaliou o técnico José Roberto Guimarães. “Elas jogaram soltas no primeiro set, e achei nosso time desconcentrado. A Seda (Tokatlioglu) fez uma partida muito boa. E quando Akman era acionada na china, caíram bolas por falhas de posicionamento (de defesa do Brasil). A gente precisa ter atenção maior no sistema defensivo”, concluiu o treinador.

Maior pontuadora do Brasil na partida, com 17 pontos (nove de ataque, sete em bloqueio e um ace), a central Fabiana reconheceu que apenas “quando a gente começou a obedecer taticamente um pouco mais, foi que começou a ganhar o jogo.”

Erros táticos e de posicionamento, na visão de José Roberto Guimarães, impediram a Seleção de se antecipar ao ataque adversário.

“Eu achei que a gente deixou a desejar na leitura do jogo e no (lado) coletivo. A gente teria se saído melhor, se analisasse a velocidade da Naz (Aydemir, a levantadora da Turquia)”, disse o treinador.

Ponteira com melhor aproveitamento no jogo pelo lado do Brasil, Jaqueline, que recebeu 25 bolas e marcou 13 pontos no ataque, não se disse surpresa por ter sido caçada pelo saque turco.

“Eu sabia que iam sacar em mim, porque nos últimos jogos eu pontuei muito, e queriam me tirar do ataque. Tomei pontos (de saque) que não devia ter tomado, mas ajudei em outras coisas”, concluiu.

“Procurei deixar Jaqueline tranquila. E ela hoje teve dificuldade com o passe, mas esteve bem no ataque”, avaliou o treinador brasileiro.

O próximo adversário do Brasil será a Sérvia, às 15h, no horário de Brasília, em Trieste.

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x