Search
Sunday 27 September 2020
  • :
  • :

Na casa do adversário, Esmac (PA) vence e é campeã da etapa Amazônia

Foto: CBV/Divulgção

Jogando na casa do adversário, a Esmac (PA) venceu o Manaus Esporte Clube (AM) de virada neste domingo (02/06) e conquistou o título de campeão da etapa Amazônia da Supercopa Banco do Brasil de Voleibol. O jogo, que contou com a presença da levantadora Fofão no ginásio Renê Monteiro, em Manaus (AM), terminou em 3 sets a 2, parciais de 25-27, 15-25, 25-16, 25-19 e 15-8. A equipe paraense é a última a se classificar nas etapas regionais para participar da fase final do torneio, que acontece em Brasília (DF), de 18 a 23 de junho. Logo após a partida, a treinadora Socorro Farias e seus atletas receberam o passaporte que dá direito à disputa na capital federal das mãos de Fofão e do superintendente do Banco do Brasil em Manaus, Sergio Salles de Morais.

Empurrado pela torcida que encheu o ginásio, o Manaus começou a partida confiante e fechou os dois primeiros sets sem grandes problemas. A Esmac, por sua vez, reagiu logo no início do terceiro set, deixando os amazonenses em grande desvantagem no placar. Após conquistar seu primeiro set no jogo, o elenco paraense cresceu em quadra e soube se aproveitar dos erros do adversário para fechar a partida.

“Essa conquista representa uma consagração para o vôlei da Esmac (Escola Superior Madre Celese), significa que podemos ter acesso a mais material esportivo e à formação profissional”, comemorou Socorro Farias, que enfatizou a importância da união entre seus jogadores. “Eles não jogam individualmente. A capacidade de ajudar um ao outro entre eles é fundamental para momentos de superação como o de hoje”.

A professora destacou o trabalho do ponteiro Emerson na partida desta noite. Emocionado, o atleta comentou a vitória e citou o colega e líbero Tiago Silva. “O Tiago está há mais tempo na equipe e acho que ele muito importante no grupo. O jogo de hoje foi muito bom. Em nenhum momento, desacreditamos. Nossa garra e vontade de vencer fizeram a diferença”.

Do lado do Manaus, a professora Lilian Valente associou a derrota à falta de volume de jogo de sua equipe. “Falta experiência. E aí, quando passamos por situações como essa, falta equilíbrio emocional. Somos um time que treina muito, mas joga pouco”, lamentou.

Além de acompanhar a partida decisiva da noite, a campeã olímpica Fofão autografou 200 camisas do Banco do Brasil para o público. A levantadora elogiou a realização de um torneio que integra todas as regiões do país. “Acho este tipo de iniciativa muito importante, porque, nos lugares onde não existe uma força tão grande do voleibol, você incentiva as pessoas a praticarem o esporte, nem que seja por diversão”.

Antes do jogo entre Esmac e Manaus, na partida das 15h, a Associação São Lucas (RO) venceu a Associação Zona Sul de Macapá (AP) por 3 sets a 1, parciais de 25-18, 21-25, 25-19 e 25-20. Em seguida, no confronto das 17h, o Atlético Clube Juventus (AC) bateu o 9 de Julho por 3 sets a 2, parciais de 25-27, 23-25, 25-23, 25-22 e 15-13.

A Esmac encontrará em Brasília os vencedores das etapas Cerrado, Monte Cristo (GO); Mata Atlântica, Botafogo (RJ); Litoral, Vitória/FSBA (BA); Dunas, Unifor (CE); e Pampas, Aprov/Unoesc (SC). A Supercopa Banco do Brasil de Voleibol é uma competição de âmbito nacional, organizada pela Confederação Brasileira de Voleibol e o Banco do Brasil. Atletas e a comissão técnica da equipe vencedora do campeonato receberão R$ 2 mil em títulos de capitalização Ourocap, do BB. A premiação total soma R$ 30 mil, distribuídos entre 12 jogadores e três membros da comissão técnica. Além disso, os campeões ganharão medalhas, troféus, um kit esportivo da Olympikus e uma clínica com curso de fisiologia no Aryzão, o Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema (RJ).




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x