Search
Friday 27 November 2020
  • :
  • :

Na estreia pelo deca, Brasil encara Rússia no que pode ser a prévia da final

Foto: CBV/Divulgação

Começa nesta quarta-feira (17/07) a fase final da Liga Mundial 2013, na cidade de Mar del Plata, na Argentina. Após ficar ausente da fase final de Sófia, na Bulgária, no ano passado, o Brasil volta a disputa do título como o favorito, mas logo de cara, tem uma pedreira pela frente.

Em uma repetição da final olímpica de 2012, mas sem gosto de revanche, como destacou Bernardinho ao MDV, Brasil e Rússia voltam a se encontrar pela abertura da fase final do torneio, às 17h30, horário de Brasília.

De última hora, o técnico Bernardinho, foi obrigado a mudar a lista de convocação e chamou o líbero Alan no lugar do central Maurício Souza, atendendo a uma exigência da FIVB. Sobre a fase final, o treinador espera jogos muito difíceis.

“A equipe chega bem. Claro que tivemos altos e baixos naturais de mudanças, de testes, mas chega para essa fase leve, com um astral bacana, e as vitórias nos deram essa confiança. Mas é óbvio que estamos em uma final, onde estão as equipes mais fortes. Uma estreia contra a Rússia nem precisa falar muito. Gera uma ansiedade natural também pela disputa de vaga”, destacou Bernardinho.

Adversário na estreia, os Russos são para o treinador Brasileiro o principal adversário da fase final. “Eles têm uma quantidade de jogadores excepcional. A base que vem jogando a Liga Mundial é a que está aqui, com alguns jogadores voltando de contusão, outros bem, enfim, acho que é um time com características próprias. A dificuldade contra eles é sempre enorme”, confirmou Bernardinho.

Apesar das 9 vitórias na fase de classificação, agora é um novo torneio, conforme avalia o capitão Bruninho. ““Agora começa um novo campeonato, sabemos que as melhores equipes estão aqui, mas a motivação é grande. A equipe cresceu a cada partida e, mesmo com as mudanças dos jogadores, manteve a produção, o que é muito importante. Encarar a Rússia logo na estreia é bom para entendermos que nesta fase só temos pedreira pela frente. Temos que entrar com tudo nesse primeiro jogo, sabendo que do outro lado está a atual campeã olímpica e, por isso, não podemos vacilar em momento algum”, disse o levantador.

Ainda hoje, pela abertura da fase final, pelo grupo D se enfrentam Argentina e Bulgária, às 21 horas. Itália e Canadá folgam.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x