Search
Tuesday 20 October 2020
  • :
  • :

Na luta para se manter na quinta posição, Terracap/Brasília recebe líder da Superliga

Se existe um hiato de nove pontos entre o Camponesa/Minas, quarto colocado da Superliga feminina de Vôlei, e o Terracap/Brasília, quinto, a distância da concorrência em relação às brasilienses é bem menos confortável. O Brasília tem 25 pontos e oito vitórias, e supera o Sesi no set average, enquanto o Rio do Sul/Equibrasil tem 23 pontos e é o sétimo colocado. São relevantes para definição dos mata-matas: se acabasse agora a fase classificatória, o time do Distrito Federal enfrentaria o Minas, o Sesi teria um duelo regional contra o Vôlei Nestlé, e o Rio do Sul discutiria uma vaga às semifinais com o Dentil/Praia Clube.

 

Assim, na noite desta terça-feira, quando o Terracap/Brasília receber o Rexona-AdeS, pela sexta rodada do returno, estará em jogo, para o time da casa, a manutenção do quinto posto na classificação. A missão brasiliense é das mais árduas: o time do Rio chega a Brasília na liderança da competição, mas acossado pelo time de Uberlândia, e embalado pelo troféu da Copa Brasil, conquistado no fim de semana. “Não tem segredo para parar o Rexona. É trabalho e treinamento forte”, disse a ponteira Amanda.

 

“Temos que entrar extremamente concentradas porque o Rio de Janeiro tem um técnico, que assim como o Manu, é muito perfeccionista. Por mais que você entre bem na partida ele pode mudar as peças e alterar o panorama do jogo, e para vencer precisamos errar o mínimo possível”, advertiu a ex-jogadora do Rexona-AdeS.

 

A partida começa às 20h, pelo horário de Brasília.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x