Search
Tuesday 29 September 2020
  • :
  • :

Natália faz 25 anos e quer vaga na final e título da Superliga de presente‏

Foto:Divulgação/Vôlei Amil

Em meio à preparação para a semifinal da Superliga com o Vôlei Amil, Natália viveu um dia especial nesta sexta-feira (04/04). A ponteira completou 25 anos e recebeu os cumprimentos e muito carinho das companheiras e da comissão técnica comandada pelo tricampeão olímpico Zé Roberto. O presente já está escolhido e ela espera ‘desembrulhá-lo’ em duas etapas. “Primeiro conquistar a vaga para a final e depois levantar o título seria o presente de aniversário perfeito. Mas como nada cai do céu, estamos trabalhando muito para atingir os nossos objetivos”, revela a camisa 12. O primeiro duelo da série melhor de três diante da Unilever será na próxima terça-feira (08/04), às 21h30, na Arena Amil, em Campinas.

Natália vive dias de expectativa até o início do playoff. A ponteira não esconde que as decisões mexem positivamente com ela como atleta. “Gosto de desafios, entendo que essa parte do campeonato é que vale mesmo. Claro que não estou dizendo que a gente não se importa com a fase classificatória. Pelo contrário, tanto que fomos bem e terminamos na vice liderança. Mas desde que me conheço por jogadora sempre gostei das decisões. Tenho um passado legal em semifinais e finais e na hora do ´vamos ver’ consigo tirar uma força a mais lá de dentro para ajudar minha equipe”, conta a ponteira.

A principal motivação de Natália é seguir se superando para ajudar o Vôlei Amil. “Acho que eu poderia ter rendido melhor em termos ofensivos ao longo do campeonato. Mas sempre colaborei no que foi possível o que refletiu mais no trabalho de fundo de quadra, procurando passar e defender também. Sei que as pessoas estão mais acostumadas a me ver atacando, atacando e atacando e acabei tendo uma participação mais escondida, um pouco fora dos holofotes nesse aspecto. Mas espero, nessa semifinal, ajudar mais o time, tanto na rede quanto no fundo”, avalia a atleta.

Os números comprovam as palavras da camisa 12. Natália é a melhora passadora entre as atacantes do Brasil. Ela está em terceiro nas estatísticas oficiais da Superliga, mas a sua frente estão duas líberos. “Nunca fui uma passadora nata e estou fazendo o melhor campeonato da minha vida em relação a esse fundamento. Venho evoluindo e isso vai ser importante para a minha carreira. Pretendo seguir na linha de tornar-me a ponteira com melhor passe e estou treinando para caramba por esse objetivo”, afirma a ponteira. “Quando não consigo ajudar em uma parte, tenho que tentar em outras. Se não estou atacando, vou procurar bloquear, sacar ou passar melhor. Além disso, temos a Tandara, a Rosamaria e a Kristin para me ajudar pelas pontas. Acredito que a contribuição de cada jogadora é importante, sempre”, completa a aniversariante.

O técnico Zé Roberto concorda. “A contribuição da Natália, para a nossa equipe, tem sido enorme, especialmente no fundo de quadra. Além disso, ela vem evoluindo a cada treino também no aspecto ofensivo. Todos conhecemos a força e o potencial dela na rede”, analisa o treinador. Para a atleta, o importante é o grupo e a conquista dos objetivos. “Queremos muito, primeiro, garantir a vaga na decisão inédita para o Vôlei Amil e para Campinas. Depois lutar para levantar o título da Superliga”, espera a ponteira.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x