Search
Wednesday 21 October 2020
  • :
  • :

“Nem em sonho imaginava isso”, diz Zé Roberto sobre vitória contra EUA

Fotos: FIVB

Quem acordou nesta madrugada (28/08) para assistir Brasil e Estados Unidos ainda não acredita no que viu. E quem não acordou não acredita que perdeu o que não viu.

Foi assim, com surpresa, mas com muita satisfação que os torcedores brasileiros assistiram o show da seleção feminina contra as americanas na estreia do Grand Prix. Aliás, essa também é um pouco a reação do time brasileiro diante do resultado: felizes pelo que fizeram, mas surpresos pela forma que foi.

Na coletiva após o jogo,o treinador José Roberto Guimarães foi bem sincero ao falar da partida e confirmou que não esperava que fosse como foi. 

“Nem no meu sonho poderia imaginar um resultado desses. Hoje deu tudo certo. A nossa marcação de bloqueio, a defesa, o saque e os contra-ataques funcionaram bem. Treinamos exaustivamente, vimos muitos vídeos e ensaiamos as movimentações dos Estados Unidos. As americanas sentiram a presença do nosso time em quadra. O mérito é do Brasil que se concentrou muito nas jogadas delas. Eu disse que o sistema defensivo era a chave desse confronto e defendemos muito bem. Fizemos um grande jogo para ficar na nossa história”.

Maior pontuadora, com 13 acertos, Fernanda Garay resumiu em suas palavras a disciplina, algo que é o forte dos EUA, que o Brasil teve em quadra para a vitória. “Estudamos bastante os Estados Unidos. Isso foi decisivo. Tudo que vimos nos vídeos aconteceu e conseguimos colocá-las em dificuldades. Deixamos as americanas sem alternativas. Sabemos que essa foi apenas a primeira final, ainda temos outras quatro decisões em Sapporo”.

Gabi, eleita a melhor jogadora da partida, também exaltou a excelente partida do time. “Todo mundo jogou muito bem. Estudamos os Estados Unidos e soubemos marcar a equipe delas. O diferencial foi que jogamos bem taticamente. Tanto o nosso bloqueio quanto a nossa defesa funcionaram. Espero cada vez evoluir mais junto com esse grupo”, disse.

Já no lado americano, Karch Kiraly soube reconhecer a superioridade do Brasil. “Hoje, o Brasil jogou muito bem vôlei. Eles nos bateram em todas as fases do jogo. Eles são uma equipe muito forte. É uma boa experiência de aprendizagem para os EUA para enfrentar tal jogo forte e espero que ele nos dará mais força amanhã. É um verdadeiro desafio para nós jogar cinco equipes fortes em cinco dias e o desafio agora é se recuperar depois de enfrentar a adversidade, como fizemos hoje.”




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x